Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 29 de novembro de 2016

    PMDB e PSDB buscam acordo, para evitar disputa na base do governo

    Eleição da Mesa Diretora vai ocorrer no dia 20 de dezembro

    Eduardo Rocha, líder do PMDB, ao lado de Beto Pereira e Ângelo Guerreiro, ambos do PSDB (Foto: Assessoria/ALMS)

    As bancadas do PSDB e PMDB começam a articular um acordo, para eleição da presidência na Assembleia. A intenção é evitar uma disputa de votos, e assim "rachar" a base de sustentação do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Por enquanto seguem como candidatos, Junior Mochi (PMDB) e Beto Pereira (PSDB).

    "Começamos a tratar o assunto com outros partidos, conversando com os deputados do PR e do PMDB, mas entendo que este acordo entre PSDB e PMDB está ficando cada vez mais maduro", disse Beto Pereira, que foi o escolhido pelo grupo tucano, para disputar a presidência da Casa. Ele ponderou que as conversas estão em fase inicial.

    Mesma postura do líder do do PMDB, o deputado Eduardo Rocha, que diz que a intenção é buscar um consenso, com demais legendas, evitando a disputa de votos. "Vivemos em um momento de dificuldade financeira em todo País, não é hora de brigar, espero que este entendimento chegue ainda nesta semana".

    Eduardo ponderou que os dois candidatos a presidência, fazem parte da base aliada do governador do Estado, então não seria interessante um confronto. "O PMDB sempre esteve ao lado do governador, em todos os projetos e ações, com uma boa gestão do presidente Junior Mochi, por isso defendemos a continuidade".

    O líder do PMDB adiantou que Mochi não tem a intenção de "retirar sua candidatura", e sim buscar um acordo, em torno da sua reeleição. O peemedebista já tem o apoio da bancada do PT, com quatro deputados, dos cinco do PMDB, além de Zé Teixeira (DEM), George Takimoto (PDT) e Lídio Lopes (PEN).

    Mochi não se manifestou sobre o tema hoje (29), porque ao final da sessão na Assembleia, tinha um compromisso público e não atendeu a imprensa. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já declarou que trabalha por um consenso no legislativo, sem disputa de votos. A eleição vai ocorrer no dia 20 de dezembro.


    Fonte: campograndenews
    Por: Leonardo Rocha
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/pmdb-e-psdb-buscam-acordo-para-evitar-disputa-na-base-do-governo

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS