Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 28 de novembro de 2016

    Memorial da Indústria de MS abre as portas para visitação gratuita

    Divulgação

    Estão abertas as visitações públicas ao Memorial da Indústria de Mato Grosso do Sul e as pessoas interessadas em conhecer o espaço podem agendar pelo endereço eletrônico www.ms.senai.br/memorial-da-industria. Trata-se de um local inédito e gratuito, que, por meio de um resgate histórico, narra os passos da industrialização do Estado, passando pela fabricação da erva-mate, com documentos e maquinários, até chegar aos dias de hoje, em projeções e softwares tecnológicos.
    Divulgação

    Localizado em Campo Grande (MS), no Bairro Amambaí, o Memorial da Indústria está na rua que leva o nome do engenheiro Roberto Mange, idealizador do projeto nacional do Senai. O espaço foi construído no primeiro prédio que abrigou a instituição voltada para o ensino técnico, inaugurado no dia 21 de maio de 1949, sendo que o prédio foi completamente revitalizado para, em 411 m², contar a história das instituições que compões o Sistema Fiems – Sesi, Senai e IEL.

    Visitas

    Gratuitas, as visitas guiadas ao Memorial da Indústria são desenvolvidas a partir da ação direta do visitante na constituição do percurso. A visitação, aberta para todas as faixas etárias, deve ser agendada pelo site da Fiems (www.fiems.com.br), clicando no full banner disponível. É necessário informar: o nome completo, documento oficial com foto, data de nascimento, telefone e endereço. 
    Divulgação

    As visitas são realizadas em grupos de dez pessoas, de forma a aproveitar melhor as atrações do espaço, e são realizadas de segunda a sexta-feira, das 8 às 10 horas e das 14 às 16 horas. Atentem-se às informações repassadas no agendamento, que são de extrema importância para que os guias do Memorial possam planejar a metodologia da visita, ações e diálogos.

    É necessário acompanhamento de responsáveis durante a visita de crianças de até 16 anos. O Memorial dispõe de recursos de acessibilidade, e a equipe do Senai, que recebeu treinamento especial para guiar e apresentar as atrações aos visitantes, promove o diálogo, a inclusão e a diversidade de abordagens.

    Confira abaixo um miniguia das atrações do Memorial da Indústria:

    Hall de entrada: O tour pela Memorial da Indústria começa com um vídeo de boas vindas do presidente do Sistema Fiems, Sergio Longen em um cilindro cujo design foi projetado para que os visitantes vejam, de variados ângulos, as fotos dos presidentes da entidade e da CNI (Confederação Nacional da Indústria).

    Cronologia: No painel da cronologia, destacam-se períodos e acontecimentos históricos, políticos e sociais a partir da Fundação da CNI, em 1933, até a 1˚ década do ano 2000.

    Obras de arte: Com uma abordagem lúdica, é possível observar a indústria por meio do olhar de artistas desde o século XVIII.

    Vitrine vertical: Fac-símile de páginas que datam de 1914, publicadas pelo Governo Federal, com registros da Erva Mate, um marco para o surgimento da indústria de Mato Grosso uno.

    Vitrine horizontal: Exposição de objetos encontrados no acervo Senai, com destaque para a foto da formatura da 1˚ turma da instituição.

    Torno: Ícone do maquinário na indústria. O torno foi restaurado e adaptado para receber uma projeção, com ilustrações que, no momento da transição das imagens, simula os movimentos do funcionamento do equipamento.

    Painel da Indústria: Um resumo compilado entre textos, imagens e postais para contar de forma sucinta o processo da industrialização de Mato Grosso uno e como esse o mesmo impulsionou o surgimento de importantes cidades do Estado.

    Projeção: Filme atemporal com o registro do cotidiano do Senai e sua inauguração em 21 de maio de 1949, com depoimentos de autoridades civis, eclesiásticas, militares, órgãos patronais da indústria, delegações do Senai e instituições de ensino profissionalizantes de outros Estados. Estrelam nomes como Roberto Mange, idealizador do Senai nacional, e Fernando Corrêa da Costa, que foi prefeito de Campo Grande.

    Cabine depoimentos: Neste espaço interativo o público poderá contar e registrar em vídeo histórias e experiências vivenciadas no Sistema Fiems. O depoimento ficará no arquivo do Memorial e, caso o visitante autorize, poderá ser disponibilizado para exibição no menu interativo da tela da cabine.

    Senai Inovação em Curso: Olhar do Senai focado para a indústria do futuro. Agroindústria, biodiesel e energia renovável são algumas matérias em pesquisa.

    Sistema S: A história do Sistema S foi dividida nos módulos Fiems, IEL, Sesi e Senai, com um breve resumo da origem e objetivos das instituições.

    Tela Colaboradores: Mostra depoimentos emocionados de colaboradores do Sistema S, cuja trajetória de vida e profissional se mistura à da Fiems, IEL, Sesi e Senai.

    Álbum: Recordações que retratam o cotidiano da escola do Sesi/ Senai.

    Mapa MS: Mapa interativo de Mato Grosso do Sul que representa todas as unidades do Sistema Fiems. Por meio de totens acoplados no mapa, o visitante poderá ver a foto da unidade selecionada e ouvir, em um telefone, breve relato de um colaborador ou aluno que tiveram suas vidas impactadas e transformadas pelo Sistema Fiems.

    Senai Futuro em Formação: Conta a origem do Senai e o impacto que a instituição de ensino trouxe para economia do então Mato Grosso uno, causando transformações sociais, políticas e históricas em Campo grande e cidades vizinhas.



    Fonte: ASSECOM
    Por: Daniel Pedra


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS