Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 29 de novembro de 2016

    Judiciário promove leilão de 10 mil objetos apreendidos

    Divulgação

    Teve início na segunda-feira (28) e se estende até o dia 14 de dezembro o leilão eletrônico de mais de 10 mil objetos apreendidos que se encontram no depósito do Fórum de Campo Grande. Esta será a primeira leva de um total de 130 mil objetos que deverão ser selecionados e colocados gradativamente à venda ao público ou inutilizado. Os lotes deste primeiro leilão são compostos por eletroeletrônicos, televisores, aparelhos e caixas de som, computadores, notebooks, celulares, instrumentos musicais, ferramentas agrícolas, mecânicas, bicicletas, motosserras, objetos pessoais, bicicletas, roupas e utilitários em geral.

    De acordo com o juiz diretor do Foro, Aluízio Pereira dos Santos, que autorizou o leilão, “o motivo reside no fato de que estão depositados há muitos anos em decorrência de apreensão de crimes diversos tais como roubos, furtos, receptações, estelionatos, etc. e não foram recuperados ou identificados os seus proprietários. Muitos destes se tornaram, infelizmente, obsoletos, como aparelhos de televisor antigo, DVDs e até toca-fitas”.

    O acompanhamento do processo é realizado pela promotoria do Grupo Especial de Apoio à Atividade Policial (GACEP), porque tais bens foram apreendidos durante as investigações policiais. A decisão vem ao encontro da Recomendação n. 30 do Conselho Nacional de Justiça e art. 144 e seguintes do Código de Processo Penal. O valor arrecadado ficará depositado em conta judicial vinculada ao processo para fins de ressarcimento dos proprietários que eventualmente conseguirem a devolução de seus pertences.

    Ainda na primeira quinzena de dezembro, a Direção do Foro pretende anunciar mais um edital de leilão de aproximadamente 106 veículos, inclusive motocicletas, como parte da programação de vendas destes bens. De acordo com o juiz diretor, será adotado o mesmo critério do leilão dos veículos oriundos da Bolívia ocorrido recentemente, como forma de desafogar a enorme quantidade de bens que estão no pátio do Fórum e nas Delegacias de Polícia da Capital.

    Para mais detalhes, os interessados poderão acessar o Diário da Justiça n. 3702, Caderno 4 editais e selecionar a opção “Direção de Campo Grande” neste link, ou pelo site da leiloeira (www.casadeleiloes.com.br).



    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS