Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 18 de novembro de 2016

    INFORME PUBLICITÁRIO| Havan prevê melhores resultados no balanço de 2016 em relação ao ano anterior

    Otimista com a retomada do crescimento econômico do País, a rede varejista planeja investir R$ 300 milhões e gerar 2.500 empregos em 2017

    Divulgação

    A Havan, maior rede de lojas de departamentos do Brasil, anunciou que retomará em 2017 seu plano de expansão, prevendo a abertura de pelo menos 10 megalojas em seis estados brasileiros, com investimentos de R$ 300 milhões e geração de 2.500 novos postos de trabalho. A empresa deverá ter, até o fim do ano, 104 lojas em 15 estados, cumprindo, então, sua meta da centésima filial, o que deverá ocorrer quando a rede inaugurar sua primeira unidade no Estado do Acre, na capital Rio Branco.

    O diretor-presidente da Havan, Luciano Hang, está otimista com a retomada do crescimento, já que as vendas de outubro cresceram 15% em relação ao mesmo período de 2015. O empresário aproveitou para visitar, também no mês de outubro, as 10 regiões nas quais a empresa já possui terrenos ou projetos definidos em shopping centers, com o objetivo de verificar as condições de cada um e elaborar um cronograma de obras e inaugurações, acelerando os investimentos para o ano que vem. Ele afirma que o plano de expansão prioriza a continuidade dos projetos que já haviam sido lançados mas, devido à retração da economia e à instabilidade política do País, tiveram que ser adiados.

    As primeiras inaugurações em 2017 serão as de Foz do Iguaçu/PR (a segunda loja da Havan naquela cidade, como âncora do Shopping Catuaí), e de Jundiaí/SP, ambas já em construção. Além destas e do Acre, os investimentos incluem, ainda, os estados de Santa Catarina, Bahia e Rondônia.

    “Estamos vivendo um momento de otimismo, que nos motiva a planejar 2017 com todo o vigor, retomando os investimentos que ficaram parados no último ano. Desde setembro percebemos uma reação nas vendas, com crescimento mais expressivo em outubro e expectativas muito positivas para o fim de ano, graças a essa onda de confiança que tem acompanhado a economia do País”, afirmou Luciano Hang.

    A Havan comemorou 30 anos em 2016 e tinha a intenção de inaugurar a centésima filial como parte das comemorações. Porém, como a maioria das empresas brasileiras, preferiu manter a cautela quanto a novos investimentos, devido à desaceleração do consumo. Concentrou-se na consolidação das unidades já instaladas, com foco em melhorias internas. A estratégia deu certo e a Havan prevê fechar 2016 com desempenho melhor do que em 2015. “Vamos crescer acima da média e isso nos impulsionará para fazermos de 2017 um excelente ano para a nossa empresa”, disse Hang.

    A Havan

    · 30 anos

    · 94 megalojas

    · 14 estados brasileiros

    · 75 cidades

    · Mais de 1 milhão de metros quadrados construídos

    · 10 mil colaboradores

    · 110 milhões de clientes ao ano

    · R$ 1 bilhão em tributos e benefícios





    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS