Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 17 de novembro de 2016

    Governo sanciona lei que declara rapadura artesanal e Festival Anual da Rapadura de Furnas do Dionísio como Patrimônio Histórico e Cultural

    deputado estadual Amarildo Cruz (PT) - Divulgação

    O Governo do Estado sancionou hoje (17) a lei que declara como Patrimônio Histórico e Cultural de Mato Grosso do Sul a rapadura artesanal e o Festival Anual da Rapadura de Furnas do Dionísio. A proposta foi apresentada este ano na Assembleia Legislativa pelo deputado estadual Amarildo Cruz (PT). 

    A Comunidade Quilombola Furnas do Dionísio foi criada em 1890, no município de Jaraguari, por Dionísio Antônio Vieira e Luiza Joana de Jesus, escravizados, vindos de Minas Gerais. “É Importante ressaltar que o mesmo produto (cana-de- açúcar) que escravizou milhares de povos negros no passado, hoje é símbolo de resistência do referido quilombo, visto que sua descendência sobrevive há mais de um século da produção artesanal de rapaduras, açúcar mascavo, melado e farinha”, falou.

    Além disso, destaca o parlamentar que a Festa da Rapadura, por meio do seu potencial turístico, pode gerar grandes oportunidades à comunidade. “Nos eventos anteriores notou-se o aumento das demandas de comercialização, o que agregou valores aos produtos, bem como maior divulgação nas vendas da produção do quilombo”, finalizou.



    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS