Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 21 de novembro de 2016

    Governo amplia uso de tecnologia contra burocracia na gestão pública

    Em seu retorno, Carlos Alberto Assis revela que novo programa será lançado na semana que vem

    Carlos Alberto Assis durante entrevista, em seu gabinete na SAD (Foto: David Magela/SAD)

    O Governo de Mato Grosso do Sul deve lançar, na semana que vem, um programa para tornar a gestão publica mais ágil e menos burocrática, apostando no uso da tecnologia digital. Procedimentos que eram feitos de forma manual e até presencial passarão a ser realizados por meio eletrônico, usando a internet.

    Foi o que revelou o secretário estadual de Administração, Carlos Alberto Assis, que retornou nesta segunda-feira (21) ao cargo, após campanha eleitoral. Ele atuou na coordenação da equipe de Rose Modesto (PSDB) durante a disputa pela Prefeitura de Campo Grande.

    Assis ressaltou que este "plano de desburocratização" já teve ações iniciais desde o começo do governo tucano. Mas, agora, irá incluir mudanças na maioria das secretarias, com 30 medidas específicas para dar agilidade ao atendimento e trabalho público. "Os dois primeiros anos foram para arrumar a casa, agora vamos intensificar estas ações", disse ele.

    O secretário lembra que foi colocada em prática a pré-matrícula digital (2° ano), o guia de trânsito animal no Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), que pode ser feito por aplicativo de celular, e a comunicação interna do governo, que é hoje é feita de forma eletrônica, sem uso de ofícios e papéis.

    Entre as medidas que serão lançadas está o uso do procedimento eletrônico para todas as licitações na área de cultura, inclusive a prestação de contas, assim como o registro de denúncias no Procon, inclusive com atendimento pela internet, sem precisar que o consumidor siga até a unidade.

    Outra mudança é que o inadimplente poderá negociar sua dívida com o Estado, em procedimento pela internet, para agilizar o processo. Já na área da educação, toda gestão nas escolas, em relação a uniformes, merendas e outras demandas serão gerenciadas pela SED (Secretaria de Estado de Educação).

    Prioridades 

    No seu retorno ao governo, após coordenar a campanha da vice-governadora, Rose Modesto (PSDB), a prefeitura de Campo Grande, Assis ressaltou que entre suas prioridades para pasta, está a melhoria no sistema de compras do executivo, assim como evoluir na gestão do pessoal.

    "Temos que melhorar as compras, divulgando o processo, para que novas empresas participem das licitações. Também temos o foco de fazer as entregas aos servidores, para que o serviço seja cada vez de mais qualidade".

    Ele ainda citou a continuação na política de "economia de gastos", tendo um trabalho aprimorado para detectar despesas que estão acima da média, como na questão de energia, telefone e água. "Sempre dá para economizar mais".

    Retornos 

    Após a volta de Carlos Alberto Assis, no comando da SAD (Secretaria de Estado de Administração), publicada hoje (21), no Diário Oficial do Estado, Édio de Souza Viegas retorna à função de secretário adjunto de Administração.

    Já haviam retornado para o 1° escalão do governo, os secretários Marcelo Miglioli (Infraestrutura) e Athayde Nery (Cultura e Ciências e Tecnologia). O primeiro tinha participado também da campanha tucana, enquanto que o segundo foi candidato a prefeito de Campo Grande, sendo derrotado ainda no 1° turno.

    Rose Modesto não irá voltar para Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho), pois vai exercer apenas a função de vice-governadora. Azambuja explicou que ela irá ajudá-lo nos compromissos do governo estadual.


    Fonte: campograndnews
    por: Leonardo Rocha e Mayara Bueno
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/governo-aposta-em-tecnologia-para-dar-agilidade-a-gestao-publica

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS