Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sábado, 26 de novembro de 2016

    'Foi um líder de convicções', afirma Temer sobre Fidel Castro

    Líder cubano morreu na madrugada deste sábado aos 90 anos, em Havana. Para presidente brasileiro, Castro fez 'defesa firme' das próprias ideias.

    Arquivo

    A assessoria de Michel Temer divulgou na manhã deste sábado (26) uma declaração do presidente da República sobre a morte do líder cubano Fidel Castro.

    "Fidel Castro foi um líder de convicções. Marcou a segunda metade do século XX com a defesa firme das ideias em que acreditava", afirmou Temer.

    O ex-presidente cubano morreu à 1h29 (hora de Brasília) deste sábado (26), aos 90 anos, em Havana. A informação foi divulgada pelo seu irmão Raúl Castro, atual presidente de Cuba, em pronunciamento na TV estatal cubana.

    Até a última atualização desta reportagem, não havia previsão de participação de autoridades brasileiras nos funerais de Castro.

    Castro será cremado neste sábado, e as cinzas percorrerão o país durante quatro dias até serem enterradas no próximo sábado (4), na cidade de Santiago de Cuba. O governo cubano declarou nove dias de luto oficial pela morte de Fidel Castro.



    Do G1, em Brasília

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS