Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 6 de novembro de 2016

    Fiscalização na Pré-piracema tem R$ 1 milhão em multas e 29 presos

    PMA antecipa ação nos rios para coibir a pesca predatória

    Pescado apreendido durante a operação - Divulgação / PMA

    A operação Pré-piracema – que antecede o período em que a pesca é fechada para reprodução de peixes – foi concluída, ontem, pela Polícia Militar Ambiental (PMA) com R$ 1.047.287,00 em multas aplicadas. O número representa aumento de 35,6% em relação ao ano passado, que registrou R$ 771.780,00. Também foram presos 29 pessoas por pesca predatória.

    A quantidade de pescado ilegal apreendido foi 153% maior em relação ao ano passado, subindo de 301 kg em 2015 para 762 kg este ano.

    Nesta operação foram autuadas 88 pessoas por crimes e infrações ambientais, sendo 41 por pesca ilegal. Com relação aos petrechos de pesca proibidos foram apreendidas 51 redes de pesca.

    Piracema

    Nos lagos das Usinas do rio Paraná fica permitido ao pescador amador a pesca de 10 kg de pescado mais um exemplar, de peixes não nativos e exóticos como: Tucunaré, Curvina, Porquinho, Tilápia, bagre africano, etc., somente nos lagos das Usinas do Rio Paraná (não para outros rios da bacia).

    O pescador deve respeitar 1.500 metros de distância das barragens das usinas. Ao pescador profissional, permite-se a pesca para as mesmas espécies de peixes, não existe limite de cota, porém, só podem utilizar molinetes e linhadas de mão. A pesca de subsistência também é permitida.

    Na Bacia do Paraguai será permitida somente a pesca de subsistência para o morador ribeirinho. Ressaltando, que pessoas que moram nas cidades ribeirinhas não podem pescar. A pesca de subsistência é para manutenção da vida, ou seja, para pessoas que dependem daquela proteína para sobreviver. Podem capturar 3 kg, ou um exemplar, não podendo comercializar de forma alguma.

    A partir do dia 1º de fevereiro de 2017 abre-se a pesca na modalidade pesque-solte no leito (Calha) do rio Paraguai, estendendo-se até o dia 28 de fevereiro, quando a partir da meia-noite , do dia 1º de março a pesca estará aberta novamente.



    Fonte: CE
    Por: GABRIEL MAYMONE
    Link original: http://www.correiodoestado.com.br/cidades/fiscalizacao-na-pre-piracema-tem-r-1-milhao-em-multas-e-29-pescadores/290626/

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS