Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 30 de novembro de 2016

    Curso gratuito ensina como alfabetizar autistas

    Dra. Dayse Serra - Divulgação

    O processo de aprendizagem de toda pessoa com o Transtorno do Espectro Autista (TEA) é sempre mais difícil. Pensando em ajudar pais e capacitar profissionais da educação, a Neuro Saber irá realizar um curso totalmente gratuito e on-line, dos dias 5 a 9 de dezembro, sobre o processo de alfabetização para crianças com TEA.

    As aulas serão ministradas pela psicopedagoga Dra. Dayse Serra. Durante o programa, a especialista dará dicas, exercícios e atividades práticas com a proposta de estimular o processo de aprendizado de autistas, além de informar mais detalhes sobre as dificuldades comuns impostas pelo transtorno e a importância de alfabetizar crianças com o TEA.

    Segundo a psicopedagoga, a forma como o autista pensa é diferente, por isso é fundamental respeitar o tempo deles de aprendizado. Por exemplo, ela explica que muitas vezes o aluno com TEA não consegue compreender explicações da professora devido às dificuldades na forma de falar, de expressar emoções, de entender linguagem subliminar, expressões faciais e até em mudanças de tom da voz.

    - Geralmente, o autista não consegue entender, por exemplo, o signo linguístico nem o que é uma representação da comunicação. Isso torna o ensino mais trabalhoso, no entanto necessário. A alfabetização dessas crianças vai além de facilitar um diálogo, traz mais qualidade de vida para elas e para as pessoas próximas - relata.

    Serviço

    Os interessados devem realizar as inscrições para a semana da Alfabetização no TEA pelo endereço eletrônico.

    Sobre a Dra. Dayse Serra

    Com Doutorado em Psicologia pela PUC-Rio, Mestrado em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Especialização em Psicopedagogia Diferencial pela PUC-Rio, Especialização em Orientação Educacional pela FAHUPE e com graduação em Pedagogia pela UFRJ (1990), Dayse Serra é professora adjunta na Universidade Federal Fluminense (UFF) na área de Educação Especial e Inclusiva e Psicologia I e II. Atua principalmente nos seguintes temas: autismo, inclusão, aprendizagem, família, Psicopedagogia e desenvolvimento humano.



    Fonte: ASSECOM
    Por: Joyce Nogueira


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS