Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 10 de novembro de 2016

    Caixa contrata primeiros empreendimentos da faixa de 1,5 do MCMV

    Serão construídos 24 empreendimentos com total de 2,3 mil unidades habitacionais beneficiando mais de 9,3 mil pessoas em sete estados

    Foto: Ana Nascimento

    A Caixa Econômica Federal, o Ministério das Cidades e construtoras parceiras assinaram, nesta quarta-feira (9), os primeiros 24 contratos da faixa 1,5 do Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). Serão construídas 2.674 unidades habitacionais, que beneficiarão mais de 10,6 mil pessoas nos estados de Alagoas, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo. O investimento total é de R$ 298,4 milhões.

    A faixa 1,5 tem como principal característica oferecer ao beneficiário um subsídio que pode alcançar até R$ 45 mil conforme o município. A modalidade contempla famílias com renda mensal bruta limitada a R$ 2,35 mil e que possuem capacidade de comprometimento de renda. Veja os novos parâmetros e a comparação entre as faixas do programa MCMV:

    Segundo o presidente da CAIXA, Gilberto Occhi, a nova modalidade permite às famílias de baixa renda chegarem mais rápido à casa própria. “Uma parte da população que não estava sendo atendida será contemplada com a faixa 1,5”, explica. A CAIXA pretende contratar 40 mil novas unidades habitacionais ainda este ano na faixa 1,5. “A nova faixa com certeza vai melhorar o acesso à moradia própria e a qualidade de vida das famílias brasileiras”, completa o presidente.

    As famílias beneficiadas contarão com subsídios de até R$ 45 mil, conforme renda e localização do imóvel, além de juros reduzidos para financiamento com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os beneficiários dessa faixa tomarão financiamentos similares aos realizados na Faixa 2 do Programa, porém com taxas menores (5% a.a), além do subsídio maior. 

    O cliente deve atender às demais condições de análise do crédito previstas nas faixas 2 e 3. O teto para o financiamento varia de acordo com a região. Conforme o município, o valor vai de R$ 70 mil a R$ 135 mil.

    O subsídio também varia de acordo com o local em que o empreendimento está sendo construído. O financiamento, com recursos do FGTS, poderá ser feito em até 360 meses (30 anos).

    O Programa MCMV já beneficiou cerca de 12,3 milhões de pessoas em todas modalidades com a entrega de mais de 3,07 milhões de moradias em todo o país. 



    Fonte: ASSECOM



    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS