Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 29 de novembro de 2016

    Brasileiro cria solução que integra a comunicação no trânsito e previne acidentes

    Mais seguro que aplicativos de trânsito usados separadamente, produto pode ser instalado em qualquer veículo e funciona com um único clique. 

    Divulgação

    Você está dirigindo. O celular toca e uma ansiedade começa a te incomodar. Você dá tanta importância àquela ligação que decide acreditar que atendê-la poderia mudar os rumos de sua vida. E vai mesmo: você se acidenta, fratura a coluna e fica imóvel pelo resto da vida! Ou você está realizando uma manobra numa curva acentuada, mas não sabe que há pouco houve um deslizamento. Você até consegue frear a tempo, mas o carro que vinha “chutado” atrás não...

    Para ajudar a diminuir acidentes causados por problemas no trânsito, nos veículos, e por causa do envio perigoso e moroso de mensagens pelo celular, o inventor Paulo Gannam desenvolveu o “Sistema de Cooperação no Trânsito”. 
    Divulgação

    É um sistema eletrônico de comunicação instantânea que alerta, com botões que ativam frases curtas pré-gravadas, qualquer problema identificável num veículo e nas estradas. A comunicação é feita entre usuários que disponham do aparelho ou de um aplicativo para smartphone. Alguns exemplos de mensagens: “luz de freio/ré queimada”, “farol alto”, ”pneu murcho”, “emergência”, “porta entreaberta”, “pessoa doente no carro”, “acidente/animal/buraco à frente”, “desculpe”, “obrigado” etc.
    Divulgação

    “O aplicativo que desenvolvemos se diferencia, pois ele é o único que foi feito especialmente para interagir com o Comunicador, contendo mensagens de fácil envio, reconhecimento, comando de voz e GPS. Então tanto quem tiver apenas o Comunicador, quanto quem tiver apenas o APP, vai poder participar da comunicação e colaborar”, explica Paulo. 
    Divulgação

    Nestes dois vídeos explica o funcionamento dos primeiros protótipos. 



    O produto foi recentemente apresentado ao público no Vigésimo Salão do Inventor Brasileiro, ocorrido em Vitória-ES. (1min:22seg):


    De acordo com Gannam, o sistema desenvolvido é livre de intermediários e outras distrações. Por isso, ele acredita que possa ser de fato útil e condicionar os motoristas a ajudarem uns aos outros. “Com isso, a possibilidade de interação no trânsito e a criação de informações valiosas para consumidores, governos e empresas é potencializada”, afirma.
    Divulgação

    Anualmente, são registrados cerca de 1,3 milhão de acidentes relacionados ao uso do celular. E 80% dos motoristas admitem que utilizam o aparelho enquanto dirigem. Outras estimativas apontam que 40 motoristas são multados a cada hora por usar o aparelho ao volante.

    Um estudo do Departamento de Transportes dos Estados Unidos apontou que quem digita mensagem de texto ao volante tem 23 vezes mais chances de sofrer um acidente. Uma ligação aumenta o risco em seis vezes. 
    Divulgação

    Atualmente, Paulo está em busca de apoiadores. Com patente requerida em todo o território brasileiro, o inventor busca obter parceria entre empresas do setor automotivo, de tecnologia, telemática, telecomunicações, e de gestão de trânsito, para verificar viabilidades e lançar o produto no mercado.



    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS