Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 13 de novembro de 2016

    Bancos e órgãos públicos fecham e comércio tem horário diferente no feriado

    Divulgação

    Órgãos públicos, bancos, mercados, entre outros estabelecimentos, terão alterações em seus atendimentos, em virtude do feriado da Proclamação da República, na terça-feira (15).

    Na segunda-feira (14), será ponto facultativo nas repartições públicas municipais, estaduais e federais. Neste caso, serão mantidos apenas os serviços essenciais, como saúde e coleta de lixo. As atividades voltam ao normal na quarta-feira, dia 16.

    Justiça - O Poder Judiciário não terá expediente a partir da segunda-feira, retornando o funcionamento na quarta-feira. Nesse período, funciona apenas o plantão judiciário para os casos considerados urgentes.

    Hemosul - Na segunda-feira terá expediente apenas pela manhã, das 7h as 12h. Na terça não haverá expediente.

    Bancos, Correios e Lotéricas - Funcionarão normalmente na segunda, mas estarão fechados no feriado.

    Comércio e supermercados - Os comércios vão variar o funcionamento de acordo com as normas da empresa. Supermercados e hipermercados funcionarão normalmente segunda-feira (14) e terça-feira (15).

    Shoppings 

    Bosque dos Ipês - O shopping funcionará normalmente na segunda-feira, mas seguirá o horário de domingo no feriado. As lojas âncoras funcionarão das 12h às 21h. As lojas menores das 14h às 20 horas. O setor de lazer das 11h às 22h e a praça de alimentação das 10h às 22h.

    Norte Sul - O shopping funcionará normalmente no feriado.

    Campo Grande - Funcionará normalmente na segunda-feira. No feriado, as lojas e quiosques funcionarão das 12h às 20h. Âncoras das 10h às 21h e praça de alimentação das 10h as 22h.

    Pátio Central - Funcionará normalmente na segunda-feira, mas ficará fechado no feriado.


    Fonte: Midiamax
    Por: Mayara Bueno
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/bancos-e-orgaos-publicos-fecham-e-comercio-tem-horario-diferente-no-feriado

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS