Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 21 de novembro de 2016

    Banco do Brasil fechará 4 agências e espera cortar 202 funcionários em MS

    Além disso, outras quatro agências serão transformadas em postos de atendimento

    Banco anunciou mudanças na estrutura de agências e funcionários. (Foto: Fernando Antunes)

    A reestruturação do Banco do Brasil, anunciada no domingo (20) ao mercado, afetará oito agências e 202 funcionários de Mato Grosso do Sul. Quatro unidades serão fechadas e outras quatro serão transformadas em postos de atendimento.

    O banco não detalhou quais agências serão modificadas e em quais cidades do Estado, apenas informou que após a reorganização vai reduzir de 86 para 78 o número de agências e aumentar de 17 para 21 os pontos de atendimento em Mato Grosso do Sul. No total, terá 99 unidades de atendimento, ao invés de 103.

    Ainda de acordo com o banco, 202 funcionários se enquadram no Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada, que prevê adesão voluntária de trabalhadores. No Estado, o banco possui 1.381 funcionários.

    O Estado ainda tem 239 correspondentes bancários, 797 caixas eletrônicos BB e 261 terminais da rede Banco 24h, de acordo com o Banco do Brasil. A mudança está prevista para acontecer no decorrer de 2017, mas deve ser informada com antecedência aos clientes.

    O sindicato dos bancários de MS informou que fará uma avaliação da notícia ao longo da semana, mas que vê como prejuízo o fechamento das agências bancárias. "É um momento de apreensão em relação as mudanças, que nos pegou de surpresa, mas vamos ver ao longo da semana como as coisas vão se organizar", disse o presidente Edvaldo Barros.

    Reorganização 

    A mudança divulgada ontem pelo Banco do Brasil visa reduzir os gastos e para isso, vai fechar unidades em todo o país. Serão encerradas 31 superintendências regionais, 402 agências e outras 379 serão transformadas em postos de atendimento bancário. Em outubro, o banco iniciou o encerramento de outras 51 agências.

    O plano de incentivo a aposentadoria vai reduzir em 9.300 vagas o quadro de pessoal, mas o público potencial chega a 18 mil pessoas que já reúnem condições para se aposentar, com adesão totalmente voluntária.

    A economia chegará a R$ 750 milhões, mas pode aumentar conforme a adesão ao plano de demissão voluntária.



    Fonte: campograndenews
    por: Priscilla Peres
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/economia/banco-do-brasil-fechara-4-agencias-e-espera-cortar-202-funcionarios-em-ms

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS