Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 23 de novembro de 2016

    30 anos da Nova República

    A obra de Luiz Carlos Borges da Silveira, ex-ministro da saúde, faz uma análise completa das três últimas décadas da política brasileira

    Reprodução

    O ex-ministro Luiz Carlos Borges da Silveira, que ocupou a pasta da saúde entre os anos de 1987 e 1989, no governo de José Sarney, acaba de larçar seu novo livro: “30 Anos da Nova República”. A obra retrata o período que vai do fim da ditadura militar e eleição do primeiro presidente civil (Tancredo Neves, eleito pelo Colégio Eleitoral), no ano de 1985, ao início do governo Michel Temer.

    “Os trinta anos completaram-se em 2015, porém a narrativa foi prolongada em face do processo de impeachment de Dilma, instauração da Operação Lava Jato e cassação do presidente da Câmara Federal deputado Eduardo Cunha. A ampliação foi necessária para não ocorrer um vácuo no conteúdo histórico”, explica Borges da Silveira.

    O livro enfoca a transição do período ditatorial para redemocratização, com a transferência do poder aos civis e os acontecimentos que se seguiram. A obra tem um enfoque histórico nos acontecimentos que marcaram a vida brasileira nas últimas três décadas. “Serve para que as novas gerações tomem conhecimento dos fatos e as gerações anteriores relembrem, pois, o brasileiro tem a tendência de não preservar a memória histórica ou desinteressar-se pelo assunto. Acredito que este trabalho vai oferecer relevante contribuição, inclusive como obra de pesquisa”, diz.

    Para o autor, o trabalho pode contribuir para que os brasileiros reconquistem a vontade de participar politicamente, influindo nas decisões dos governantes. “Houve período de distanciamento, mas isso passou. Os protestos e manifestações em 2013 foram um bom despertar. O efeito social e emocional da Operação Lava Jato será extremamente benéfico se a sociedade entender que o país pode ser passado a limpo e efetivamente colaborar no sentido de participar e ter voz ativa através da política, que é o caminho numa sociedade democrática”, afirma.

    A obra “30 Anos da Nova República” baseia-se em registros oficiais, relatos da mídia, entrevistas e observações pessoais do autor, que teve intensa participação política tendo sido deputado federal por três mandatos (inclusive deputado constituinte) e Ministro da Saúde, além de desenvolver ampla atuação partidária. Como ministro, Luiz Carlos Borges da Silveira foi responsável, por exemplo, pela criação do “Zé Gotinha”, da Rede de Hemocentros e das primeiras campanhas de combate ao fumo, entre elas a famosa frase “O Ministério da Saúde adverte: Fumar é prejudicial à saúde”.

    O livro estará disponível nas livrarias de todo o Brasil.



    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS