Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 12 de outubro de 2016

    Vereadores irão votar três projetos na sessão de amanhã na Capital

    Vereadores votam três projetos na sessão de amanhã, na Câmara Municipal (Foto: Divulgação - CMCG)

    Após dois feriados na semana, os vereadores já agendaram a votação de três projetos, na sessão de amanhã (13), na Câmara Municipal. Ainda no período da tarde, os integrantes da Comissão de Ética irão votar o parecer contra Roberto Durães (PSC), por quebra de decoro parlamentar.

    Os vereadores irão apreciar os projetos de Luiza Ribeiro (PPS) e Cazuza (PP), que respectivamente declaram de utilidade pública, as entidades AOMS ( Associação dos Ostomizados do estado de Mato Grosso do Sul), além da Associação Seninha de Atletismo de Mato Grosso do Sul, ambas com sede na Capital.

    Também será votado o projeto de Eduardo Cury (SD), que institui o "Dia do Médico Pediatra", em Campo Grande. Os trabalhos devem começar por volta das 9h, na Câmara Municipal. Os vereadores da Capital estão realizando duas sessões ordinárias por semana, nas terças e quintas-feiras.

    Parecer 

    Os integrantes da Comissão de Ética também se reúnem amanhã (13), a partir das 15h, para votar o parecer do vereador Herculano Borges (SD), sobre o processo de quebra de decoro parlamentar, contra Roberto Durães (PSC).

    Esta representação contra Durães, ocorre porque o vereador no dia 03 de maio, disse conhecer a mãe do prefeito Alcides Bernal (PP), no "silêncio dos edredons". Depois desta sua manifestação, houveram ações contra ele, pedindo sua cassação, por falta de decoro.

    Faz parte da comissão os vereadores: Alex do PT, Chiquinho Telles (PSD), Ayrton Araújo (PT), Herculano Borges (SD) e Vanderlei Cabeludo (PMDB). Este grupo foi formado depois que começaram a chegar representações na Câmara, contra os parlamentares.




    Fonte: campograndenews
    Por: Leonardo Rocha
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/vereadores-irao-votar-tres-projetos-na-sessao-de-amanha-na-capital

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS