Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 19 de outubro de 2016

    RELAÇÕES BILATERAIS| Brasil e Japão firmam acordo em infraestrutura

    Em encontro com primeiro-ministro japonês, Temer afirmou que Brasil vive momento de recuperação econômica e que esse momento passa, necessariamente, por mais investimentos estrangeiros

    Presidente Michel Temer e o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, em Tóquio - Foto: Beto Barata/PR

    O presidente da República, Michel Temer, reuniu-se com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, nesta quarta-feira (19), em Tóquio, como parte da visita oficial ao país asiático. Na ocasião, foi assinado um Acordo de Cooperação Para a Promoção de Investimentos em Infraestrutura. Após o encontro, os dois líderes fizeram uma declaração à imprensa.

    Durante a coletiva, Temer afirmou que conversou com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, sobre as prioridades do Brasil com a retomada do crescimento e a geração de empregos e que os investimentos japoneses são bem-vindos neste novo momento.

    “Registrei que estamos consolidando, no Brasil, um ambiente de segurança jurídica e de previsibilidade reguladora, sempre muito conscientes de que a recuperação da economia brasileira passa por mais investimentos estrangeiros, por mais comércio exterior, especialmente pelo investimento japonês.”




    Michel Temer ressaltou que existem quase 700 empresas japonesas operando hoje no Brasil. A intenção, salientou o presidente, é atrair mais empreendedores, especialmente em setores como ciência, tecnologia e infraestrutura. “Nós identificamos, entre os empresários japoneses, forte interesse em vários projetos do nosso Plano de Parcerias de Investimentos, com ênfase na área da infraestrutura.”

    Acordo de Cooperação

    Com o objetivo de ampliar a participação do capital japonês no Brasil e aprofundar as relações econômicas, embaixadores dos dois países assinaram um acordo de cooperação em infraestrutura.

    Esse acordo prevê a criação de um grupo de trabalho para debater a parceria e inclui os setores de transporte e logística, tecnologia da informação e de comunicações e energia. A ideia é que os integrantes do grupo de trabalho se reúnam pelo menos uma vez por ano para implementar e discutir as ações previstas no convênio.

    Temer tratou, ainda, com o primeiro-ministro japonês, do interesse do Brasil em diversificar a pauta de exportações, com o aumento da venda de bens com maior valor agregado.

    O presidente brasileiro também manifestou a satisfação de passar ao Japão as bandeiras olímpica e paralímpica para os Jogos de Tóquio 2020.

    Na avaliação do presidente, a viagem marca um fortalecimento da parceria estratégica global entre Brasil e Japão e a política externa, nas democracias, “deve estar a serviço dos valores e dos interesses da sociedade.” Temer disse ainda estar honrado por ter sido recebido pelo imperador Akihito. Esta é a primeira visita de um presidente brasileiro ao país em 11 anos.




    Fonte: Portal Planalto
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS