Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 4 de outubro de 2016

    PSDB cresce, PMDB diminui e PTB quase desaparece da Câmara

    Alguns partidos não terão representantes, enquanto outros mantêm composição 

    Câmara Municipal mudará configuração a partir de 2017. (Foto: Fernando Antunes)

    Com a eleição de 2016, as bancadas dos partidos mudarão quase que totalmente, a partir do ano que vem. Um exemplo é o PSDB que ampliou a bancada para sete parlamentares e sera dono do maior grupo político na casa de leis, enquanto o PMDB, que teve a maior bancada, caiu para apenas dois representantes, assim como o PTB, com apenas um vereador eleito este ano.

    A partir de 2017, o ninho tucano será composto por: André Salineiro; Junior Longo; João Cesar Matogrosso; Delegado Wellington; Antonio Cruz; Dr. Lívio e João Rocha. Somente os dois últimos foram reeleitos, o restante foi eleito nesta eleição. 

    Para o presidente municipal do PSDB, Lívio Leite, a atuação do governo foi preponderante para o desempenho dos tucanos. “Com base maior, a relação com Executivo Municipal será harmônica”, prevê.

    Até o fim de 2016, o PTB continuará sendo a maior bancada, mas, a partir do ano que vem, o partido, liderado em MS pelo ex-prefeito Nelson Trad Filho, será representado por apenas um vereador: Otávio Trad. Para Nelsinho, o resultado nas urnas foi recado da população, tanto para os vitoriosos, quanto para os derrotados. "Todos os partidos analisaram que a votação para vereador foi menos do que se esperava, ninguém ultrapassou 10 mil votos".

    A bancada do PMDB, que hoje tem quatro parlamentares, será reduzida pela metade. Ano que vem, o partido contará com Paulo Siufi (reeleito) e Loester Nunes de Oliveira. O presidente Ulisses Rocha atribuiu o desempenho à não disputa do partido na majoritária. "Acabou que a chapa de vereadores foi prejudicada". Não estar à frente da Prefeitura e do governo também foi um fator, afirma. 

    O DEM continuará com apenas um representante, mas diferente do atual. Aírton Saraiva deixa o mandato no fim do ano, mas Vinicius Siqueira representará a legenda a partir de 2017.

    Com apenas um vereador na atual legislatura, o PP mais que dobrou nas urnas, nesta eleição, conseguindo eleger três parlamentares e ser a segunda maior bancada do Legislativo Municipal: Cazuza (reeleito), Dharleng Campo e Valdir Gomes. Para Cazuza, presidente da legenda, a eleição dos três é resultado de um trabalho em conjunto.

    Quem também se deu bem nesta eleição foi o PDT, que, atualmente, não conta com nenhuma representante. Ano que vem, dois formarão a bancada: Odilon de Oliveira Junior e Ademir Santana.

    PT do B viu sua bancada ser reduzida a zero com a janela partidária, já que um migrou para Rede (Eduardo Romero), um para PTB (Otávio Trad), um para PSDB (Flávio César) e outro para o SD (Eduardo Cury). A partir de 2017, Pastor Jeremias Flores será o único a representar a legenda.

    Ficarão sem um único vereador pelos próximos quatro anos o PPS, PR e PSC - todos estes contam com um parlamentar até o fim de 2016. O PT, que começou a atual legislatura com três parlamentares e caiu para dois no fim do mandato, a partir do ano que vem, terá somente um representante, Ayrton Araújo, que foi reeleito.

    PSB dobrou. Atualmente, é representando por Carlos Augusto Borges e, a partir de 2017, além dele, contará com Francisco Gonçalves de Carvalho. PSD se manteve em dois vereadores, mas um dos nomes mudou: Francisco Almeida Telles (reeleito) e Hederson Fritz Morais da Silveira, eleito agora.

    O SD também dobrou. Agora representado apenas por Herculano Borges, o partido elegeu Epaminondas Vicente Silva Neto e Lucas de Lima. De olho na eleição de Angelo Guerreiro (PSDB) na prefeitura de Três Lagoas e próximo na lista para substituí-lo na Assembleia, Herculano nem tentou a reeleição.

    Também se manteve com um representante o Rede, com a reeleição de Eduardo Romero. Sem vereadores até então, o PTN e PMN ganham representação a partir de 2017, com a eleição de Maria Aparecida de Oliveira do Amaral e Willian Maksoud. O PRB reelegeu Roberto Santana dos Santos e Gilmar da Cruz.

    Confira a atual e a futura composição da Câmara Municipal:




    Fonte: campograndenews
    por: Mayara Bueno, Leonardo Rocha e Richelieu de Carlo
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/psdb-cresce-pmdb-diminui-e-ptb-quase-desaparece-da-camara

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS