Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 5 de outubro de 2016

    Marquinhos Trad quer investigar contratados na Assembleia

    Deputado promete apresentar amanhã pedido de CPI

    Marquinhos Trad promete apresentar amanhã pedido de CPI (Foto: Assessoria/ALMS)

    O deputado estadual e candidato a prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), prometeu apresentar amanhã (06), pedido de abertura de CPI para investigar as contratações na Assembleia. Ele resolveu propor esta apuração, depois que foi acusado de ser servidor "fantasma" do legislativo.

    Marquinhos já requisitou uma lista com todos os servidores contratados da Assembleia, de 1986 até este ano, assim como do TCE (Tribunal de Contas Estadual), para fazer "cruzamentos de dados". Além disto, prometeu apresentar na sessão da quinta-feira (06), o pedido de abertura de CPI, para investigar eventuais irregularidades.

    A bancada estadual do PT avisou que vai assinar o documento. Os deputados Rinaldo Modesto (PSDB), líder do Governo, e Beto Pereira (PSDB) também prometer apoiar a CPI. "Quem não deve, não teme. Se ele apresentar o pedido, nós vamos assinar, sem problemas", disse Beto. São necessárias oito assinaturas, o que corresponde a um terço dos deputados, para que a comissão seja aberta.

    Acusação 

    O tema, funcionários fantasmas na Assembléia Legislativa, entrou em pauta, quando o candidato derrotado a prefeito, Athayde Nery (PPS), acusou Marquinhos Trad(PSD) de ser "funcionário fantasma" da Assembleia, já que no mesmo período que foi nomeado no gabinete do seu pai, Nélson Trad, estava estudando no Rio de Janeiro.

    Marquinhos diz que fez levantamento e tem as "fichas" que comprovam sua presença na Assembleia, durante o tempo que exerceu o cargo. "Tenho tudo assinado e regularizado, o que afasta qualquer suspeita de fantasma, mas como me acusaram, agora quero investigar para saber quem eram os fantasmas".

    Ele garante que no período em que exerce outras funções, como secretário da Prefeitura de Campo Grande, vereador e deputado estadual, pediu afastamento do cargo de servidor da Assembléia Legislativa. "Não há irregularidade, nunca recebi dois salários, tanto que o MPE (Ministério Público Estadual) por duas vezes arquivou a denúncia sobre isto".




    Fonte: campograndenews
    por: Leonardo Rocha
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/acusado-de-ser-fantasma-trad-quer-investigar-contratados-na-assembleia

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS