Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 3 de outubro de 2016

    Limite de gastos no segundo turno cai para R$ 2 milhões por candidato

    Justiça Eleitoral definiu limite de gastos para campanhas - Divulgação

    O limite de gastos por candidato em Campo Grande para o segundo turno é de R$ 2.003.991,56. O teto é definido pela Justiça Eleitoral. No primeiro turno, cada candidato a prefeito poderia gastar até R$ 6.679.971,85 na campanha.

    Com a proibição de doação por empresas, a campanha é financiada por dois grupos de recursos. O primeiro é o Fundo Partidário, cujos recursos estão consignados no orçamento da União. Já a modalidade outros recursos compreendem valores provenientes de doações de pessoas físicas, inclusive o próprio candidato; doação do partido político e de outros candidatos.

    A disputa nesta nova etapa do processo eleitoral é entre os candidatos Marquinhos Trad (PSD), que obteve 34,57% (147.694 votos), e Rose Modesto (PSDB), que teve resultado de 26,62% (113.738 votos). A campanha para o segundo turno em Campo Grande pode voltar às ruas a partir das 17h desta segunda-feira (dia 3).

    Conforme o calendário eleitoral, decorrido o prazo de 24 horas do encerramento da votação (17 horas no horário local), será permitida ações como: carreata e distribuição de material de propaganda política para o segundo turno, propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som, entre as 8 e as 22 horas; promoção de comício ou utilização de aparelhagem de sonorização fixa, entre as 8 e as 24 horas.




    Fonte: campograndenews
    por: Aline dos Santos
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/limite-de-gastos-no-segundo-turno-cai-para-rs-2-milhoes-por-candidato

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS