Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 31 de outubro de 2016

    Justiça Restaurativa na Escola promove semana de discussão e capacitação

    Reprodução

    A Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ), por meio da equipe da Justiça Restaurativa na Escola (JRE), realizará de 7 a 10 de novembro a “II Semana da Justiça Restaurativa”. O evento será realizado na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, no Centro de Campo Grande e reunirá aproximadamente 150 representantes das escolas municipais e estaduais atendidas pela JRE, além de parceiros da Coordenadoria da Infância.

    O objetivo é divulgar para a comunidade escolar o trabalho realizado e fomentar a discussão sobre as práticas pacíficas de resolução de conflitos, utilizando o diálogo como ferramenta, juntamente com os valores da justiça restaurativa para disseminar a cultura da paz e prevenir ações de violência no ambiente escolar.

    A programação terá início na manhã do dia 7 de novembro com a abertura do evento ministrada pelo coordenador da Infância e Juventude do TJMS, Des. Eduardo Machado Rocha. Logo após haverá a palestra “Adolescência, Sociedade e Reprodução da Violência”, ministrada pelo Prof. Paulo César Duarte Paes.

    Haverá ainda uma mesa redonda com a participação da promotora de justiça Vera A.C. Bogalho Frost Vieira, do defensor público Eugênio Luiz Damião e da facilitadora da Justiça Restaurativa Juvenil, Marineide da Silva Pedreira.

    Nos dias 8 e 9 ocorrerá um curso de capacitação para os professores e coordenadores das escolas municipais e estaduais atendidas pela JRE. Os participantes foram divididos em três turmas de 20 até no máximo 25 profissionais, que receberão orientações quanto às práticas restaurativas, e estudo de casos.

    Já no dia 10, às 19 horas, será realizada uma palestra para pais e alunos na Escola Municipal Hércules Maymone, com o intuito de sensibilizá-los para a responsabilização perante seus atos e omissões, e ainda sobre o papel de cada um na escola. Pais, alunos, escola e Judiciário unidos rumo a um futuro de paz.



    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS