Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 25 de outubro de 2016

    Embrapa Agropecuária Oeste mostra como a ciência alimenta o Brasil

    Durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, a Unidade da Embrapa foi à Feira de Produtos Orgânicos de Dourados e à Escola Estadual Presidente Vargas 

    Divulgação

    Para compreender os anseios e as necessidades da sociedade, a ciência precisa estar próxima e dialogar o tempo todo. A Embrapa realiza diversas ações que aproxima a sociedade da empresa, como os Dias de Campo, Visitas Técnicas, Mostras, Feiras, Seminários, Programa Embrapa&Escola, entre tantos outros eventos. Além disso, participa todos os anos da ação nacional realizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). Neste ano, as instituições brasileiras tiveram como missão mostrar o que a ciência tem feito para alimentar o Brasil.

    A Semana Nacional, em Mato Grosso do Sul, é coordenada pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia (Fundect/MS), da qual a Embrapa Agropecuária Oeste (Dourados, MS) é uma das instituições membro. Para mostrar como a #CiênciaAlimenta, essa Unidade da Embrapa foi à Feira de Produtos Orgânicos de Dourados, em 18 de outubro, e à Escola Estadual Presidente Vargas, no dia 20 de outubro, com coordenação das áreas de Transferência de Tecnologia e do Núcleo de Comunicação Organizacional.
    Divulgação

    Embrapa Agropecuária Oeste, técnicos de extensão da Agraer, alunos e professor da UFGD e produtores da Associação dos Produtores Orgânicos de MS (Apoms), parceiros de todos os dias nas pesquisas, na transferência de tecnologias, na extensão, na educação, no campo também se mostraram uma equipe na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia durante Feira de Produtos Orgânicos em Dourados, MS. Juntos, mostraram o potencial de cada elo da cadeia produtiva. 

    A Agraer com amostrar do aproveitamento de alimentos, sem desperdiçar nada, como o suco feito de mandioca, farofa preparada com talos de palmito e flores comestíveis: beleza para os olhos e para o organismo. A UFGD mostrou que a irrigação pode ser feita com criatividade para irrigação de hortaliças. A Apoms, além de ter uma barraca com hortaliças orgânicas de seus produtores associados, falou sobre a importância de haver uma feira de orgânicos na cidade.

    Uma equipe de técnicos e pesquisadores da Embrapa Agropecuária Oeste foram à Feira falar como as tecnologias influenciam a vida do consumidor diariamente em sua alimentação. Tecnologias como controle biológico de pragas, calda bordalesa e calda sulfocálcica, aquaponia, fixação biológica de nitrogênio, além de vários panfletos com outras pesquisas da Unidade, assim como a disponibilização de sementes BRS de variedades de feijão, milho e açaí. 

    Na quinta-feira, 20 de outubro, o Programa Embrapa&Escolafoi à Escola Estadual Presidente Vargas conversar com 240 alunos do terceiro ano do Ensino Médio. Os estudantes conheceram a história da Joana Döbereiner, que foi importante para a produção da soja usando bactérias benéficas na fixação de nitrogênio na oleaginosa, de forma biológica, sem necessidade de adubo nitrogenado.

    Eles ficaram impressionados com os números da produção agropecuária brasileira e como a nação é importante na produção de alimentos para o mundo. O Brasil produz 850 milhões toneladas de grãos, 100 milhões toneladas de tubérculos, 25 milhões de toneladas de carne. Mais do que isso, eles entenderam que a pesquisa ajuda o produtor a produzir mais é de forma sustentável #SNCT

    "A aproximação com a Embrapa é sempre muito positiva", diz Helena Kimura, diretora adjunta da Escola Estadual Presidente Vargas, durante visita da equipe da Embrapa Agropecuária Oeste à escola, em Dourados/MS. Ela e a diretora da escola, Maria Carvalho, afirmam que as palestras e bate-papo com o pessoal ligado à pesquisa "dá embasamento e conhecimento com consistência", e lembram que o dia da prova de redação do Enem está chegando.

    Mídias sociais

    A Embrapa divulgou as ações de todas as Unidades da Embrapa pelo Brasil durante a SNCT 2016 pelas mídias sociais: Twiter Embrapa (@embrapa), Facebook Agro Sustentável e Flickr Embrapa (www.flickr.com/embrapa/). Inclusive criou uma página no Portal Embrapa: http://bit.ly/2e77k94



    Fonte: ASSECOM
    Por: Sílvia Zoche Borges 


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS