Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 2 de outubro de 2016

    Em seis horas, dois são detidos por crimes eleitorais, mas já estão livres

    Flagrantes foram de boca de urna e selfie na hora de votar; dos dois na Capital

    Superintendência da PF em Campo Grande (Foto: Julia Kaifanny))

    Em seis horas, desde que as seções eleitorais abriram às 8h, segundo a Polícia Federal, duas pessoas foram detidas por crimes eleitorais em Campo Grande. Elas já foram ouvidas na sede da Superintendência da PF na Capital e liberadas.

    Foram registrados termos circunstanciados de ocorrência nos dois casos.

    Ainda conforme a assessoria de comunicação da PF, os flagrantes foram por boca de urna e caso do eleitor que foi pego tirando um selfie enquanto votava.

    Selfie 

    Um eleitor foi preso por volta das 11h deste domingo (2) fazendo um selfie no momento que votava. De acordo com a assessoria de imprensa do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), o flagrante foi na Escola Estadual Professora Ada Teixeira dos Santos Pereira, no Jardim Campo Belo, bairro do norte de Campo Grande.

    De acordo com o juiz eleitoral, David de Oliveira Gomes Filho, titular da 36ª zona eleitoral, explica que a foto pode ser usada pelo eleitor para provar a algum candidato ou coligação que ele realmente votou em determinada pessoa, ou seja, uma comprovação para a compra do voto.





    Fonte: campograndenews
    por: Anahi Zurutuza e Christiane Reis
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/em-seis-horas-dois-sao-detidos-por-crimes-eleitorais-mas-ja-estao-livres

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS