Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 25 de outubro de 2016

    Carreta da Justiça realiza sonhos de cidadãos de Rochedo

    Divulgação

    Depois de 26 anos juntos, um casal de filhos de 24 e 17 anos, eles resolveram regularizar a situação civil e buscaram a Carreta da Justiça para oficializar o que já estava abençoado. Agora Aelson Vasques de Andrade e Olívia Amélia Severina dos Santos são marido e mulher.

    Aos 46 anos, Olívia cuida de crianças em uma creche de Rochedo enquanto Aelson, com a mesma idade, é motorista. O casal não é de muita conversa, mas não esconde a alegria em ver o sonho de casar realizado com os serviços disponibilizados pelo Poder Judiciário em sua cidade.

    “O que espero com o casamento? Viver melhor”, diz ele. “Se já estava bom, agora ficou melhor”, completa ela. E atendendo pedido de quem registrava a situação, selaram a união com um beijo.

    Aelson e Olívia estão entre os muitos cidadãos da comarca de Rochedo, atendidos na unidade móvel da justiça estadual. Importante lembrar que em agosto, com a Lei nº 4.904/2016, 25 municípios tornaram-se sede de comarcas de primeira entrância.

    Isso significa dizer que enquanto não existem fóruns em Alcinópolis, Antônio João, Aral Moreira, Bodoquena, Caracol, Corguinho, Coronel Sapucaia, Douradina, Figueirão, Guia Lopes da Laguna, Japorã, Jaraguari, Jateí, Juti, Ladário, Laguna Carapã, Novo Horizonte do Sul, Paraíso das Águas, Paranhos, Rochedo, Santa Rita do Rio Pardo, Selvíria, Tacuru, Taquarussu e Vicentina, a Carreta da Justiça atenderá a população.

    A Carreta da Justiça está em Rochedo desde o dia 14 e os números contabilizados até o dia 21 são animadores. Somente nesse período foram realizados 36 casamentos, uma dissolução de união estável e sete divórcios consensuais.

    Em apenas uma semana foram 302 atendimentos em consultas à equipe da Carreta da Justiça. Houve a realização de 23 audiências, sendo uma cível e 22 criminais; uma coleta para exame de DNA; dois reconhecimentos de paternidade e uma retificação de documento. 

    Foram também iniciadas quatro ações de competência do juizado especial cível e uma de guarda de menor, além do primeiro júri do Brasil realizado na Vara da Justiça Itinerante de MS, a única do país a ter competência para prestação jurisdicional da justiça comum. 

    Saiba mais 

    A unidade móvel tem estrutura semelhante a um pequeno fórum, dispondo de gabinete para o juiz, sala da Defensoria Pública e Ministério Público, recepção, espaço para advogado, além de copa e banheiros e permanecerá na cidade conforme a demanda do município e roteiro previamente definido. 

    A Vara da Justiça Itinerante do Estado de MS ficará em Rochedo até o dia 27 de outubro, disponibilizando a justiça com facilidade e principalmente agilidade. O próximo município a receber a carreta será Corguinho, no período de 3 a 18 de novembro. Em seguida, será a vez de Taquarussu, de 28 de novembro a 7 de dezembro.



    Fonte: ASSECOM

    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS