Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 3 de outubro de 2016

    Campanha para o segundo turno pode voltar às ruas a partir das 17h

    Eleitor de Campo Grande volta às urnas em 30 de outubro - Divulgação

    A campanha para o segundo turno em Campo Grande pode voltar às ruas a partir das 17h desta segunda-feira (dia 3). A disputa é entre os candidatos Marquinhos Trad (PSD), que obteve 34,57% (147.694 votos), e Rose Modesto (PSDB), que teve resultado de 26,62% (113.738 votos).

    Conforme o calendário eleitoral, decorrido o prazo de 24 horas do encerramento da votação (17 horas no horário local), será permitida ações como: carreata e distribuição de material de propaganda política para o segundo turno, propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som, entre as 8 e as 22 horas; promoção de comício ou utilização de aparelhagem de sonorização fixa, entre as 8 e as 24 horas.

    Ainda segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o dia 15 de outubro é a data limite para o início do período de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. A partir desse dia, fica proibida a prisão de candidatos, salvo em caso de flagrante.

    Termina no próximo dia 28 o prazo para divulgação da propaganda eleitoral gratuita do segundo turno no rádio e na televisão. A data também é limite para divulgação paga, na imprensa escrita, de propaganda eleitoral e último dia para a realização de debate, não podendo estender-se além da meia-noite.

    Em 29 de outubro, véspera do segundo turno, termina o prazo para a propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som, distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos. A votação acontece no dia 30 de outubro, das 8h às 17h.




    Fonte: campograndenews
    Por: Aline dos Santos
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/campanha-para-o-segundo-turno-pode-voltar-as-ruas-a-partir-das-17h

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS