Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 3 de outubro de 2016

    Articulador tucano atribui desempenho ao trabalho em equipe e foca 2018

    Sérgio de Paula diz que foi plantada uma semente para 2018 (Foto: Fernando Antunes)

    O resultado do PSDB nas urnas em Mato Grosso do Sul, com 36 prefeituras e buscando a 37ª no segundo turno em Campo Grande, reflete o planejamento e trabalho em grupo dentro da legenda, na avaliação do secretário estadual da Casa Civil, Sérgio de Paula. Embora atribua o desempenho tucano a um esforço coletivo, ele teve papel fundamental agindo como grande articulador no interior do Estado.

    “No geral, acho que nós plantamos uma boa semente para 2018. Logicamente vai ter articulação política. Mas, o próximo embate após a campanha da Rose (Modesta, candidata a prefeita da Capital) que nós vamos entrar vai ser a eleição da Assembleia. Daqui a dois meses tem eleição na Casa e nós vamos debater”, afirma.

    O secretário acrescenta que o sucesso só foi possível pela qualidade dos candidatos que o partido colocou à disposição dos eleitores. Das maiores cidades sul-mato-grossenses, o PSDB perdeu apenas em Dourados, onde Delia Razuk (PR) derrotou o deputado federal Geraldo Resende (PSDB).

    “Em Corumbá, fomos audaciosos, trouxemos o Ruiter Cunha para o partido. Disputamos a campanha lá contra um fenômeno, que é o Paulo Duarte, que já foi secretário de Fazenda, da Casa Civil, deputado. Em Paranaíba, faziam quantos anos que não tinha um prefeito do PSDB”, pontua.

    Sérgio de Paula diz que o grande cartão de visita dos candidatos tucanos nestas eleições foi o trabalho de Reinaldo Azambuja, governador do Estado.

    “O sucesso foi o governador. Nesse um ano e oito meses, teve a caravana, ações de segurança. Foi um governo municipalista. O que o ex-governo não foi, nós somos. Apesar de não ser médico, cuidou da saúde e isso é um papel fundamental. Faz uma pesquisa, em qualquer município, e pede para levantar a mão quem foi atendido pela Caravana da Saúde. Tem dez, vinte, trinta. O governador colaborou com isso”, afirma o secretário.

    Capital 

    O partido tem um duro embate pela frente. A candidata Tucana terá até o dia 30 de outubro para convencer os eleitores dos adversários e aqueles que anularam ou não foram às urnas. A chave da vitória, segundo ele, está em atrair os votos de Alcides Bernal (PP), atual prefeito de Campo Grande que perdeu ontem por pequena margem de diferença.

    “Agora, o fundamental é o Bernal. Nós vamos buscá-lo”, afirma o secretário. Também será importantíssimo, segundo ele, o apoio dos vereadores eleitos e também dos não eleitos do partido para atraírem a maior quantidade possível de votos.

    “Vai ser uma campanha dura. Se a gente conseguir unir os vereadores eleitos, os não eleitos, que são importantes na campanha, deputados e o governador”, conclui.




    Fonte: campograndenews
    por: Ricardo Campos Jr.
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/articulador-tucano-atribui-desempenho-ao-trabalho-em-equipe-e-foca-2018

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS