Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sábado, 8 de outubro de 2016

    Ao anunciar apoio de ‘nanicos’, Trad indica que Bernal já fechou com ele

    Marquinhos deu declaração sugerindo que aliança com o atual prefeito já foi fechada 

    Alcides Bernal após vota, no dia 2 de outubro (Foto: Chloé Pinheiro/Arquivo)

    Durante encontro para anunciar a aliança com quatro concorrentes derrotados nas urnas no 1º turno, o candidato a prefeito Marquinhos Trad (PSD) deu a entender que o atual chefe do Executivo municipal, Alcides Bernal (PP), estará ao lado dele na campanha. “Vamos receber ainda nos próximos dias o apoio daquele que pensa em Campo Grande para que nós continuemos aquilo que ele não conseguiu terminar”, discursou.

    Marquinhos Trad é irmão do ex-prefeito Nelsinho, um dos réus na ação da Operação Coffee Break, que investigou a compra de votos dos vereadores por empresários ligados aos ex-chefe do Executivo municipal para cassar Alcides Bernal, em março de 2014.

    Na noite de ontem (7), Marquinhos deu mais indícios de que Bernal vai ignorar o “inconveniente” e fechará com a aliança. O apoio de Bernal é cobiçado pelo fato dele ter tido a terceira maior votação no 1º turno – 11.128 votos. 

    “Vamos recebê-lo com carinho e, acima de tudo, com respeito, porque temos que pensar democraticamente, fazendo junção de homens que não pedem nada em troca de apoio, de homens que não vendem sua popularidade, porque pensam no melhor para nossa cidade. É assim que se constrói, no coletivo, plural e não no singular. A cidade é de todos. Ninguém governa sozinho. Ninguém é dono da cidade”, declarou na reunião, segundo a assessoria de imprensa do candidato.

    Há fortes rumores de que Bernal realmente fechou apoio a Marquinhos, mas integrantes do PP (Partido Progressista) e do PSD (Partido da Social Democracia) não confirmam, apenas deixam na entrelinhas. “Essa é uma resposta que não cabe a mim, mas ele deve anunciar isso muito em breve. É uma escolha difícil, se fosse fácil, já tinha escolhido”, afirmou Odimar Luis Marcon, liderança do PP e braço direito do prefeito – ele acumula os cargos de secretário de Governo e de chefe de gabinete.

    Marcon admitiu que Bernal já foi procurado por representantes de Rose Modesto (PSDB) quando de Marquinhos. “O prefeito já conversou com os interessados, não ficamos alheios, fomos procurados”.

    Ele também negou que o prefeito gostaria mesmo é de se manter neutro, mas comenta: “A neutralidade vejo como muito improvável”.
    Marquinhos no comitê, após a apuração dos votos (Foto: Alcides Neto/Arquivo)

    PSD 

    Já o presidente regional do PSD, Antônio Lacerda, garante que “está adiantada a conversa pra o fechamento da aliança” com Bernal. “Na hora certa vai ser anunciado”, completou.

    Ele afirmou ainda que alguns integrantes do PP, inclusive alguns dos candidatos eleitos pelo partido, já se uniram ao PSD informalmente. “Querem formalizar apoio ao nosso projeto.

    O ex-candidatos Aroldo Figueiró (PTN), Adalton Garcia (PRTB), Elizeu Amarilha (PSDC) e Lauro Davi (Pros) participaram, na noite desta sexta-feira (7), de reunião que reuniu 1 mil pessoas e deu a largada para a reta final da campanha de Marquinhos.
    Coronel David e Rose Modesto nesta sexta-feira quando aliança foi anunciada (Foto: Alcides Neto/Arquivo)

    Rose 

    Numa sexta-feira de definições, o deputado estadual Carlos Alberto David dos Santos (PSC), o Coronel David, oficializou apoio à coligação liderada por Rose. Ele ficou em quarto lugar, com 4,83% (20.631 votos).

    “Acreditamos que a melhor alternativa para a cidade seja a aliança tucana. Percebemos durante a campanha que existe um sentimento de mudança na população”, afirma David.
    Segundo ele, o primeiro contato foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e depois pela candidata. David conta que também foi procurado por Marquinhos, mas já havia decidido apoiar o

    PSDB

    Rose afirmou que é uma honra conta com o apoio do Coronel David. “Ele traz qualidade. Em nenhum momento, pensei em governar sozinha”, diz. A candidata aguarda até amanhã resposta do candidato Athayde Nery (PPS) e também a decisão de Bernal. “Entendemos que precisamos de projeto para o bem da cidade. Não é hora de olhar para o retrovisor”.




    Fonte: campograndenews
    por: Anahi Zurutuza
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/ao-anunciar-apoio-de-nanicos-trad-indica-que-bernal-ja-fechou-com-ele

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS