Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 20 de outubro de 2016

    Águas Guariroba instala e mapeia hidrantes na Capital

    Divulgação

    Campo Grande conta com 238 hidrantes na região urbana. A Águas Guariroba, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto na Capital é responsável pelo mapeamento, instalação e manutenção destes equipamentos nas vias públicas. Com investimentos da empresa, todos os meses são instalados três hidrantes na cidade. Os locais obedecem apontamento técnico realizado pelo Corpo de Bombeiros.

    O procedimento de instalação e manutenção dos terminais hidráulicos atende a lei complementar municipal nº 105 de 06 de novembro de 2007. O texto trata do Plano Municipal de Implantação de Hidrantes, que está sendo elaborado pelo Corpo de Bombeiros e Águas Guariroba, sob supervisão da Agência Municipal de Regulação (Agereg).

    De acordo com o coordenador de serviços da concessionária, Maurício Peixoto, outra responsabilidade da empresa de saneamento é de regularizar hidrantes já existentes na cidade. “Fazemos a instalação dos equipamentos e também regularizamos os que já existiam. Até 2013 haviam 114 hidrantes instalados, mais 18 foram localizados, mapeados e regularizados e outros 106 foram instalados pela Águas Guariroba”, explicou.

    Por padrão, todos os hidrantes de Campo Grande são do tipo têm uma numeração, são vermelhos e com calçamento no entorno. A sinalização na via pública é de responsabilidade da Agência Municipal de Trânsito (Agetran). Hidrantes que não estiverem neste padrão devem ser informados para a concessionária através dos canais de atendimento 0800 642 0115 ou 115. “Mesmo os terminais hidráulicos instalados em locais privados, como shoppings ou condomínios, devem atender ao padrão e mapeados pela concessionária, por isso é importante que tenhamos acesso a estes equipamentos”, completa o coordenador Maurício Peixoto.

    Combate a incêndios

    Conforme o Tenente do Corpo de Bombeiros Militar, Paulo Costa Neto, chefe da seção de Apoio Logístico do Comando Metropolitano, o mapeamento e manutenção dos hidrantes é primordial para o bom desempenho do combate e proteção a incêndios na cidade. “Os hidrantes são nossas principais fontes de abastecimento de viaturas na via urbana, então é muito importante que eles estejam bem localizados e próximos às áreas de atuação. O tempo resposta em uma ação de combate a incêndios é fundamental para não afetar a vida ou os bens da população”, afirmou o tenente.






    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS