Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 28 de setembro de 2016

    Vice-governador de Goiás é baleado; candidato a prefeito morre

    Um homem disparou contra veículo onde estavam políticos, diz assessoria. José Eliton (PSDB) foi levado a hospital; atirador morreu baleado.

     Reprodução/Vídeo

    O vice-governador de Goiás, José Eliton (PSDB), foi baleado no abdômen durante uma carreata nesta quarta-feira (28), em Itumbiara, região sul de Goiás. Um atirador atingiu quatro pessoas e foi morto por seguranças do vice-governador. Dois morreram: o candidato à prefeitura de Itumbiara José Gomes da Rocha (PTB) e um PM da escolta do vice.

    Outro atingido foi um homem que trabalhava na campanha e que ainda não identificado.

    Segundo a assessoria de imprensa do Governo de Goiás, o atirador estava em um carro, parou na frente do veículo onde Eliton e Rocha estavam e fez vários disparos.

    Eliton foi socorrido e levado para um hospital. Uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea de Goiânia está a caminho de Itumbiara para transportar o vice-governador para capital.

    A assessoria de imprensa do governador disse que Eliton passa por uma cirurgia. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

    Perfil

    José Eliton (PSDB) foi eleito vice-governador do Estado de Goiás com o governador Marconi Perillo (PSDB) e reeleito em 2014. Ele é formado em direito e já atuou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO). No ano passado, foi secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED).

    O político foi convidado pelo governador a assumir a Secretaria de Segurança Pública no dia 24 de fevereiro deste ano, substituindo Joaquim Mesquita. A troca aconteceu dois dias após a morte da estudante Nathália Zucatelli, 18 anos, baleada ao sair de um cursinho pré-vestibular, no Setor Marista, em Goiânia.
    José Eliton foi atingido em carreata em Itumbiara (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)



    Do G1 GO
    Por: Sílvio Túlio e Vanessa Martins

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS