Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 14 de setembro de 2016

    Temer dá posse a Grace Mendonça no comando da AGU

    Advogada-geral será única mulher no primeiro escalão do governo Temer. Servidora de carreira do órgão, ela substitui Fábio Medina Osório no cargo.

    Reprodução

    O presidente Michel Temer empossou nesta quarta-feira (14) a advogada Grace Mendonça no comando da Advocacia-Geral da União (AGU) em uma cerimônia no Palácio do Planalto. Servidora de carreira da AGU, Grace, 47 anos, é a primeira mulher a assumir efetivamente o comando da pasta e a única integrante do primeiro escalão do governo federal.

    A nova chefe do órgão responsável pela defesa jurídica do Executivo federal substituiu o advogado Fábio Medina Osório, que foi demitido na semana passada após atritos com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, que o havia indicado para o comando da pasta.

    O presidente da República disse em seu rápido discurso na cerimônia de posse que Grace está “à altura da responsabilidade e dos desafios inerentes à função que vai ocupar”.

    Temer defendeu ainda a harmonia entre os poderes e disse que “muitas e muitas vezes nós perdemos o critério do institucional”. “Somos representantes do poder, não somos o poder”, destacou o peemedebista.

    Além de Temer, prestigiaram a cerimônia integrantes do governo federal e os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes e Dias Toffoli.

    'Coisa pública'

    Em seu primeiro discurso após tomar posse, Grace ressaltou o papel da AGU na retomada de dinheiro público desviado ou indevidamente aplicado.

    “Em defesa do erário, a Advocacia-Geral da União tem buscado evitar que recursos públicos sejam desviados, na certeza de que cada real mal aplicado resulta em prejuízo para a efetivação de políticas públicas”, declarou.

    "Em defesa do erário, a Advocacia-Geral da União tem buscado evitar que recursos públicos sejam desviados, na certeza de que cada real mal aplicado resulta em prejuízo para a efetivação de políticas públicas" Grace Mendonça, nova advogada-geral da União

    Dirigindo-se a Temer, a nova AGU frisou que o peemedebista poderia contar com o seu comprometimento. "Posso assegurar que o que tenho a oferecer é o meu trabalho e o meu comprometimento com a coisa pública."

    Reprodução

    Ao final do discurso, ela se emocionou e ficou com a voz embargada ao mencionar os pais, o marido e as filhas. Ao agradecer o apoio do marido, a advogada-geral citou trecho da música "Velha infância", do supergrupo musical Tribalistas. "Meu melhor amigo é meu amor", recitou Grace.

    Ao discursar, Temer comentou o tom emocionado do discurso da nova AGU. “Ela [Grace] deu um exemplo de como deve ser o governo: emocionante e alegre. E as duas coisas se juntaram à informalidade para revelar um pouco da fisionomia do vosso governo”, enfatizou.

    Perfil

    Natural de Januária (MG), a nova advogada-geral da União ingressou na instituição em 2001. Até ser convidada por Temer para assumir o comando da pasta, ela exercia o cargo de secretária-geral de contencioso da AGU, sendo responsável por representar a União junto ao Supremo Tribunal Federal (STF). Ao longo dos 13 anos em que ficou à frente do posto, atuou em mais de 60 processos na Suprema Corte.

    Na AGU, Grace Mendonça também exerceu os cargos de adjunta do advogado-geral da União e de coordenadora-geral do gabinete do advogado-geral da União. Ela chegou a ocupar o cargo de advogada-geral da União interinamente.

    A nova advogada-geral foi professora titular de direito constitucional, processual civil e administrativo na Universidade Católica de Brasília entre 2002 e 2015. Ela ocupou ainda os cargos de assessora do subprocurador-geral da República (1995 a 2001) e de advogada da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) (1992 a 1995).



    Do G1, em Brasília
    Por: Fernanda Calgaro

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS