Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 13 de setembro de 2016

    Senado autoriza Campo Grande a obter US$ 56 milhões do BID para revitalizar área central

    Divulgação

    A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) aprovou nesta terça-feira (13) projeto de resolução que autoriza o município de Campo Grande a contratar empréstimo de US$ 56 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Os recursos serão aplicados no programa de desenvolvimento integrado, que visa à revitalização do centro da capital, com ênfase na acessibilidade.

    O projeto segue agora para o plenário do Senado. Relator ad hoc da matéria, o senador Waldemir Moka (PMDB-MS) afirmou que a União será avalista da operação de crédito. “A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional fez análise minuciosa da situação do município e entendeu que há condições de a prefeitura contrair o financiamento”, argumentou.

    Os senadores Wellington Fagundes (PR-MT), relator original do projeto, e Pedro Chaves (PSC-MS) destacaram a importância do projeto para a revitalização do centro da capital. “É um programa que dará nova cara a Campo Grande”, resumiu Chaves. Fagundes disse que a cidade vai ganhar muito com os investimentos. “Fiz o segundo grau e minha faculdade em Campo Grande. Por isso tenho grande carinho por aquela cidade”, disse.

    De acordo com o relatório lido por Moka, os juros anuais serão de 3,40%, com prazo de 25 anos para pagamento. O montante dos recursos será liberado no prazo de cinco anos. Para conceder aval, o Governo exigiu que a prefeitura não assumisse, nos dois últimos quadrimestres do mandato do prefeito Alcides Bernal, qualquer obrigação de despesa que não possa ser cumprida integralmente.



    Fonte: ASSECOM

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS