Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 7 de setembro de 2016

    Michel Temer é muito vaiado durante cerimônia de abertura da Paralimpíada

    Presidente ouviu ainda gritos de 'Fora Temer' no Maracanã

    Michel Temer e o governador Francisco Dornelles durante a cerimônia de abertura da Paralimpíada no Maracanã - Márcio Alves / Agência O Globo

    O presidente Michel Temer foi bastante vaiado na noite desta sexta-feira durante a cerimônia de abertura da Paralimpíada do Rio, no Maracanã. Temer estava ao lado da mulher, Marcela Temer, que aplaudiu o marido quando ele cumpriu o protocolo e declarou a Paralimpíada aberta. Uma falha no microfone e o volume das vaias contribuíram para que a frase não fosse ouvida perfeitamente. Ouviu-se apenas o presidente falando "Rio 2016".

    O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, também aplaudiu Temer. Entre as autoridades presentes, estavam também o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, e o prefeito Eduardo Paes.

    Temer já havia sido alvo de vaias no mesmo estádio no dia 5 de agosto, na abertura dos Jogos Olímpicos.

    Mais cedo, mesmo antes do início do evento, parte do público entoou gritos de “Fora, Temer”. Pelo menos uma faixa com a inscrição estava na arquibancada.

    Pela manhã, durante o desfile de 7 de Setembro, em Brasília, o presidente já havia sofrido com a reação negativa do público, que o vaiou e gritou “Fora, Temer”.

    'VIVA A DEMOCRACIA' E GAFE EM GUIA

    Também antes de a festa começar no Maracanã, um dos diretores criativos da cerimônia, o escritor Marcelo Rubens Paiva, falou “Viva a democracia” ao fim de uma apresentação que fazia ao lado da apresentadora Fernanda Lima. Ele se posicionou contra a saída da então presidente Dilma Rousseff ao longo do processo de impeachment.

    O guia distribuído para a imprensa com as informações sobre a cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos chama, em dois momentos, o presidente Michel Temer de "presidente da República em exercício". Temer ocupou o cargo de forma interina entre 12 de maio, quando o Senado abriu o processo de impeachment e afastou a então presidente Dilma Rousseff, e 31 de agosto, quando os senadores cassaram Dilma, efetivando Temer na Presidência.

    No trecho em inglês, a gafe se repete: Temer é citado como "acting president of the Republic of Brazil". O presidente está no Maracanã para participar da cerimônia de abertura da Paralimpíada, assim como já fizera na Olimpíada.



    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS