Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 16 de setembro de 2016

    Japão homenageia dirigente da Nipo CG dia 23

    Foto: Roberto Higa

    O presidente da Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira de Campo Grande, Acelino Sinjo Nakasato, será homenageado na próxima sexta-feira, 23, pelo governo japonês. Trata-se de um reconhecimento ao seu trabalho e à contribuição com a visita ao príncipe Akishino e à princesa Kiko, a Campo Grande em novembro do ano passado, quando a família imperial emocionou-se com a recepção organizada na sede da Associação. 
    Foto: Roberto Higa
    O cônsul-geral do Japão em São Paulo, Takahiro Nakame, entregará a Nakasato o Diploma de Honra ao Mérito. Segundo Miki Nakase, assessora consular de Assuntos Políticos e Gerais, a homenagem acontecerá durante almoço na residência oficial do consulado. “É uma honra, não para mim, porque não trabalho sozinho, mas é o reconhecimento a toda nossa comunidade, distinguida com a visita da família imperial e sempre tratada com atenção e carinho pelo consulado”, destacou Nakasato.

    Em seu segundo mandato na presidência da entidade, Acelino Nakasato comemora várias conquistas nos esforços da comunidade nipônica para estreitar os laços de amizade e cooperação com os brasileiros em Campo Grande. Essa produtiva relação foi coroada no início de novembro de 2015, quando a família imperial passou três dias em Mato Groso do Sul, visitando Campo Grande e o Pantanal, além de cumprir algumas agendas no roteiro, na comemoração dos 28 anos da Era Heisei ou a Era Atal, iniciada em 8 de janeiro de 1989 com a ascensão ao trono do imperador akihito.

    Na capital sulmatogrossense, entre outros compromissos, o príncipe Akishino e a princesa Kiko com sua comitiva foram recepcionados na sde da Nipo Brasileira por 1.300 convidados da cidade e do interior. Nakasato abriu o evento e saudou o casal, agradecendo a visita e realçando o legado dos imigrantes ao Estado como um elo definitivo de amizade e convivência enre os dois povos. “A visita do casal imperial foi um marco memorativo de extremo significado para fortalecer a relação entre Brasil e Japão”, define Nakasato.






    Fonte: ASSECOM
    Por: Edson Moraes

    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS