Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 22 de setembro de 2016

    Imagem de bebês em caixas de papelão em hospital na Venezuela gera polêmica

    Diretor de hospital rebate denúncia e depois recua - Foto: Reprodução/Twitter

    Circularam pelas redes sociais, nesta quarta-feira, imagens de bebês enfileirados em caixas de papelão em um suposto hospital que passa por uma grave crise de infraestrutura em Caracas, na Venezuela.

    Diretor de Direitos Humanos da Mesa da Unidade Democrática (MUD), Manuel Ferreira publicou a imagem sem seu perfil no Twitter. Opositor ferrenho do presidente Nicolás Maduro no estado de Anzoátegui, Ferreira afirmou, em seu post, que o registro teria sido feito no hospital público Domingo Guzmán Lander.
    Reprodução

    Inicialmente, Carlos Rotondaro, diretor-geral do Instituto Venezuelano de Seguros Sociais (IVSS), afirmou que seria aberta uma investigação. Em seguida, Rotondaro rebateu as imagens, declarando que o hospital "respeita os protocolos de atendimento aos recém-nascidos".
    Reprodução

    No entanto, logo em seguida o dirigente mudou seu discurso, redirecionando o ato a uma profissional isolada do hospital: "De nenhum modo justificamos as ações tomadas de forma imprudente por uma profissional (...) sem a autorização da Direção".
    Reprodução

    Diretor do hospital, José Zurbarán afirmou, também via Twitter, que o episódio se tratava de um "caso isolado".
    Reprodução

    Segundo o jornal venezuelano "El Nacional", médicos e enfermeiros prestaram depoimento a funcionários do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin) sobre a denúncia. Oficialmente, Rotondaro e Zurbarán não se manifestaram sobre o caso.






    Fonte: Extra

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS