Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 8 de setembro de 2016

    Franquias crescem no Brasil e rede Salomé Bar acompanha ascensão

    Divulgação

    Na contramão da crise, o setor de franquias brasileiro cresceu 7,6% só no primeiro trimestre de 2016. Os dados são da Associação Brasileira de Franchising (ABF). Mas por que cresce tanto mesmo em um cenário econômico negativo? É que as franquias são consideradas pelos empreendedores um negócio seguro. E por esse, entre outros motivos, que o Salomé Bar Sorocaba resolveu, em 2009, expandir a marca por meio do franqueamento. Hoje são seis franquias, em cinco estados brasileiros, mais duas a serem inauguradas nos próximos 90 dias, além da matriz, em Sorocaba/ SP.

    Em 2014, o crescimento no faturamento da rede foi de 45%. Já em 2015 houve uma evolução de 120,81%. “A previsão para 2016 é um aumento de 70% no faturamento. Embora a economia do País esteja instável, o segmento de bares e botecos pouco sentiu os impactos e cresce a cada dia”, comenta Elaine Buzziol, diretora financeira da rede.

    Os resultados realmente têm sido positivos ano após ano. A última prova disso foi a conquista de cinco estrelas na pesquisa “As melhores Franquias do Brasil 2016”, realizada pela revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios, em parceria com o Serasa Experian. Foram mais de mil redes avaliadas, e o famoso boteco nascido no interior de São Paulo conquistou a melhor avaliação do segmento. 

    “Entre 2005 e 2008 tivemos três unidades próprias e começamos a ter procura por pessoas dizendo, informalmente, que gostariam de ter um bar como o Salomé. Então em 2009 contratamos uma consultoria especializada para formatar o negócio próprio em franquia. Apostamos na ideia de franquia por ser um canal de crescimento rápido de uma marca em território nacional”, conta José Marcos Braguin, diretor executivo da rede Salomé Bar.

    O conceito de boteco se expandiu além do interior de São Paulo e chegou até estados com culturas bem diferentes da paulista. “Realmente foi uma grande surpresa para nós as regiões Nordeste, Norte e Centro Oeste, pois apostávamos fielmente na nossa região de origem, a Sudeste. Tínhamos receio de abrir franquias em locais tão distantes. Mas após a primeira unidade aberta no Nordeste, foram surpreendentes os elogios dos clientes para nosso conceito de boteco”, comenta Braguin.

    Um dos principais pontos que mantêm uma franquia de sucesso é a relação franquia-franqueado, considerada pelo diretor praticamente um casamento. “No sistema de franquias existem três fases: paquera, namoro e casamento. Eles nos paqueram obtendo informações sobre nós, vendo nosso perfil nas redes sociais e nosso site. Depois iniciamos um namoro, marcarmos um encontro e nos conhecermos melhor. Depois nos casamos assinando um contrato entre as partes”. 

    Manter o contato direto com os franqueados, orientando nos primeiros passos, implantação, inauguração e acompanhamento de resultados, é outro segredo da rede Salomé Bar. “Para isso mantemos vários canais aberto com os franqueados, 24 horas por dia e sete dias por semana, pois no nosso sistema de negócio a noite é o momento da operação e durante o dia é hora de corrigir possíveis situações da noite anterior. Por isso eles têm a liberdade de nos procurar sempre que precisarem seja por celular, whatsapp ou e-mail”, afirma Braguin.

    A diretoria agora traça novas metas e públicos. A rede já teve até procura internacional, algo que tem sido estudado. “Sabemos que ao irmos para outro país tudo muda e temos que ter muito cuidado para não frustrar investidores. Também estamos lançando nos próximos dias um novo projeto voltado para shopping center. Será o Quiosque Chopp Salomé Bar que ficará nos corredores dos shoppings. Temos confiança que será mais um grande sucesso da rede”, destaca Clau Buturi, diretor de franchising da rede Salomé Bar.




    Fonte: ASSECOM
    Por: Thaís Marques | JF Assessoria de Imprensa

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS