Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 8 de setembro de 2016

    Dono da Zara desbanca Bill Gates no topo da lista de mais ricos do mundo

    Amancio Ortega alcançou uma fortuna de US$ 79,5 bi na quarta (7). Gates, por sua vez, tinha um patrimônio de US$ 78,5 bilhões, diz 'Forbes'.

    Amancio Ortega, dono da Zara

    O bilionário espanhol Amancio Ortega, dono da rede varejista Zara, superou na quarta-feira (7) o cofundador da Microsoft Bill Gates e assumiu o topo da lista dos homens mais ricos do mundo, feita pela revista "Forbes".

    Em 2014, a rede de varejo de moda fundada por Ortega foi alvo de uma ação por denúncias de trabalho escravo. Inspeções do Ministério do Trabalho no interior paulista constataram condições degradantes, com alojamentos irregulares, falta de banheiros e dormitórios inadequados.

    As ações do grupo Inditex, que controla as marcas Zara, Massimo Dutti e Pull&Bear, subiram 2,5% na quarta-feira, elevando a fortuna pessoal de Ortega em US$ 1,7 bilhão, para US$ 79,5 bilhões. Gates, por sua vez, tinha um patrimônio de US$ 78,5 bilhões.

    Nesta quinta-feira (8), o fundador da Zara havia perdido em torno de US$ 400 milhões da fortuna conquistada na véspera, mas continuava na liderança da lista de bilionários.

    Gates doou cerca de US$ 31 bilhões em ações e dinheiro para sua fundação ao logo da vida, lembrou a revista "Forbes" ao divulgar o fato. "Se o cofundador da Microsoft não fosse um filantropo tão prolífico, nem Ortega nem ninguém mais na Terra estaria perto de alcançá-lo", diz a publicação.

    O brasileiro mais bem colocado no ranking é Jorge Paulo Lemann, da ABInbev, na 20ª posição.

    Veja a lista dos mais ricos do mundo e suas fortunas, de acordo com a "Forbes":

    1º – Amancio Ortega (Zara): US$ 79,1 bilhões
    2º – Bill Gates (Microsoft): US$ 78,4 bilhões
    3º – Jeff Bezos (Amazon): US$ 67,3 bilhões
    4º – Warren Buffett (Berkshire Hathaway): US$ 67,3 bilhões
    5º – Mark Zuckerberg (Facebook): US$ 56 bilhões
    6º – Larry Ellison (Oracle): US$ 51,23 bilhões
    7º – Michael Bloomberg (Bloomberg LP): US$ 51,2 bilhões
    8º – Carlos Slim Helu (telecom): US$ 51,1 bilhões
    9º – Charles Koch (diversos): US$ 43 bilhões
    10º – David Koch (diversos): US$ 43 bilhões
    20º – Jorge Paulo Lemann (ABInbev): US$ 32,4 bilhões




    Do G1, em São Paulo

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS