Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 25 de setembro de 2016

    Bueiro explode no Centro do Rio e deixa feridos

    Pelo menos oito pessoas foram atingidas. Explosão ocorreu na esquina da Rua do Senado com Avenida Gomes Freire.

    Light informou que funcionários da concessionária estavam fazendo manutenção em uma caixa subterrânea quando o problema aconteceu. (Foto: Reprodução / TV Globo)

    Um bueiro explodiu na esquina da Rua do Senado com Avenida Gomes Freire, na Lapa, Região Central do Rio de Janeiro, na noite deste sábado (24), e atingiu ao menos oito pessoas. De acordo com a Polícia Militar, três vítimas foram levadas para o Hospital Municipal Miguel Couto, outras duas para o Hospital Municipal Souza Aguiar. A PM informou que recebeu notificação de que outras três vítimas foram por conta própria para o Hospital Copa D'Or.

    Entre os feridos socorridos estão: Aline B. Paes, 24 anos; Claudiney Barino, 45 anos; Márcia Santos, 39 anos; Paula M. Machado, 38 anos; Henrique Costa Fonseca, 35 anos; e Alfredo Luz. Segundo a assessoria municipal de Saúde do Rio, Aline e Claudiney estão internados no Souza Aguiar e o estado de saúde de ambos é estável.

    Aline teve 50% do corpo afetado por queimaduras de 2º grau e superficiais, e Claudiney teve 18% do corpo queimado. Eles estão no Centro de Tratamento de Queimados do Souza Aguiar e devem ser transferidos para o Hospital da Força Aérea do Galeão ainda neste domingo.

    A região da Lapa, local onde ocorreu a explosão, é uma das mais movimentadas do Rio durante a noite e é muito conhecida por concentrar diversos bares e boates. O incidente é o terceiro que ocorre no Centro do Rio nos últimos quatro dias. Na quinta-feira (22), o VLT teve a circulação interrompida por causa de fogo em um bueiro, e, no mesmo dia, no período da tarde, um novo incêndio voltou a assustar os pedestres e deixou dois funcionários que faziam reparos no primeiro bueiro feridos com queimaduras leves.
    Bueiro explodiu na esquina da Rua do Senado com Avenida Gomes Freire no fim da noite deste sábado (24) (Foto: Reprodução / TV Globo)

    Ainda de acordo com a Light, funcionários da concessionária estavam fazendo manutenção em uma caixa subterrânea quando o problema aconteceu. Até as 7h20 deste domingo (25), não havia informações sobre a causa da explosão. Segundo o Centro de Operações Rio, até as 11h30 o local continuava interditado ao trânsito.

    Testemunha relata clima de 'pânico'

    Uma testemunha que mora próximo ao local contou ao G1 que ouviu uma forte explosão e desceu para ver o que tinha acontecido. Segundo ela, foi "um clima de pânico".

    "As pessoas estavam queimadas, com o corpo todo queimado. Quando desci, dei assistência pra uma garota. Ela estava toda queimada, com a roupa queimada, cabelo queimado, teve queimadura em todo corpo, ela estava nua. Eu achava que ela estava com uma meia-calça no braço, mas era a pele dela. Fiquei com ela pra tentar acalmar", contou a mulher que preferiu não se identificar.

    De acordo com a moradora da região, os bombeiros chegaram rápido e, antes disso, alguns policiais da delegacia que fica próxima ao local já estavam prestando socorro. "Eu segurei ela o tempo todo. Deixei ela na ambulância. O companheiro dela também seguiu para outra ambulância, ele estava mais grave que ela. Foi um clima de pânico. Eu nem consegui observar muito ao redor", disse a testemunha.

    Em 2011, após uma série de explosões de bueiros em ruas do Rio, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) e a empresa de energia elétrica Light assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que obrigada a concessionária a pagar multa de R$ 100 mil por cada explosão de bueiro que cause morte, lesão corporal (leve, grave ou gravíssima), e dano ao patrimônio público ou privado.
    Explosão deixou, pelo menos, oito pessoas feridas. (Foto: Reprodução / TV Globo)

    Interdição

    O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informou que a Avenida Gomes Freire foi interditada, entre a Rua do Senado e a Avenida Visconde do Rio Branco. Equipes da CEG, Light, Polícia Militar, CET-Rio e Guarda Municipal atuavam no local.

    Incêndios

    Um incêndio em bueiros na Rua Buenos Aires assustou pedestres no Centro do Rio, na tarde da última quinta-feira (22), próximo do local, onde durante a manhã uma caixa da CEG pegou fogo.




    Do G1 Rio
    Por: Fernanda Rouvenatc

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS