Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 30 de agosto de 2016

    Senador Pedro Chaves atento ao julgamento de Dilma Rousseff

    Divulgação

    O Senador Pedro Chaves (PSC-MS) avaliou como ‘muito ricas’ as intervenções, tanto da acusação quanto da defesa. “Na acusação, a advogada Janaína Paschoal colocou, de forma muito clara, que houve realmente crime, tanto nas pedaladas como nos créditos subsidiados, em que Dilma Rousseff não poderia assinar sem autorização do Congresso. Ao avaliar que, em termos de fatos concretos, José Eduardo Cardozo foi vazio em seu discurso.

    Senador Pedro Chaves elogiou o trabalho da advogada Janaína Pascoal e do jurista Miguel Reale Júnior, que afirmou que o país está prestes a mudar de mentalidade a partir desse processo, que nasceu nas ruas e do desejo da sociedade por um Brasil sério. “Ele elencou problemas graves como a recessão, a alta da inflação, o desemprego, a queda de investimentos enfim, defendeu a necessidade de um choque de gestão. E o Temer é a pessoa indicada para isso", afirmou o senador. Pedro Chaves acredita que a votação aberta, esperada para amanhã, quarta-feira (31), vai garantir a aprovação do impeachment e o afastamento definitivo de Dilma Rousseff da Presidência da República.




    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS