Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 4 de agosto de 2016

    Neymar diz que empate é derrota e alerta: “Não vamos levar o ouro fácil”

    Capitão da seleção brasileira pede calma e descanso para o próximo jogo, e lembra outros times favoritos que não ganharam a medalha de ouro para ressaltar dificuldade

    Neymar perdeu duelo individual para o goleiro Khune na estreia do Brasil (Foto: EFE/Fernando Bizerra Jr.)

    Neymar parou quantas vezes foi solicitado para dar entrevista após o empate sem gols do Brasil com a África do Sul, na estreia da Olimpíada, em Brasília. Capitão da seleção, ele admitiu que o resultado teve efeito de derrota diante da expectativa criada em torno do bom futebol de uma equipe ofensiva, de jovens talentosos.

    – O primeiro jogo é sempre o mais difícil pela ansiedade de que comece logo a competição. Para nós, o empate é uma derrota. Nós entramos para vencer, sabemos da nossa responsabilidade. Vamos manter a calma e ajeitar as coisas o mais rapidamente possível para fazer um bom jogo domingo (às 22h, contra o Iraque, também em Brasília).

    O favoritismo alardeado à seleção brasileira, que joga em casa e conta com o maior craque do torneio, também foi alvo de Neymar. Segundo ele, exemplos de outros anos, em que o Brasil também tinha os elencos mais fortes, mas não conseguiu a medalha de ouro, precisam ser lembrados.


    – Quem está fora fala que a obrigação é nossa. Foram não sei quantas Olimpíadas que grandes jogadores brasileiros tentaram e ninguém conseguiu. Temos que estar tranquilos. Sabemos que isso aqui não é fácil, que não vamos chegar e levar o ouro para casa. Temos que jogar futebol, arrumar a equipe e ter calma porque não é fácil. É muito difícil e vamos encontrar mais dificuldades. Temos que saber superá-las.

    Com atuação discreta, Neymar criou suas melhores situações de gol em chutes de fora da área, depois de cortar da esquerda para o meio e finalizar de pé direito. Uma das finalizações raspou a rede por cima do gol, e as outras três foram defendidas pelo goleiro Khune, que guarda uma foto do atacante brasileiro em seu telefone celular.

    A informação não comoveu Neymar, que se limitou a dar os parabéns pela atuação. O capitão da seleção se disse feliz, isso sim, pela decisão de Messi de voltar à seleção argentina já na próxima partida, contra o Uruguai, pelas eliminatórias da Copa-2018.

    – Quem gosta de futebol gosta de ver os melhores em campo. E ele é o melhor deles – resumiu.
    Neymar disputa bola com sul-africano no empate sem gols em Brasília (Foto: AP)

    Veja as outras declarações de Neymar:

    GRAMADO

    – É ruim (o gramado). Acaba prejudicando um pouco o futebol, mas a gente tem que se adaptar a isso. Gramado atrapalha sempre, quando gramado é ruim às vezes um passe que está acostumado a fazer, a bola acaba quicando e atrapalhando. Faz parte, fazer o quê? Temos que nos adaptar o mais rápido possível.

    GABRIEL JESUS E GABRIEL

    – São dois craques que tem tudo para desfrutar ainda mais do futebol, para ser ídolos, como estão sendo agora. Tem que ter paciência.

    ANSIEDADE

    – É um time muito arrumado a África do Sul. Claro que nossa equipe pode render ainda mais. Mas é a primeira partida. Ansiedade e tudo mais acabaram nos prejudicando um pouco. Agora é ver o que faltou para ir em busca do ouro.



    Fonte: G1

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS