Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 18 de agosto de 2016

    Ministro quer privatizar rodovias e inaugurar obra com presença de Temer

    Ministro Maurício Lessa espera contar com a presença de Temer, em inauguração de obra em MS (Foto: Fernando Antunes)

    O ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa, anunciou que o governo federal vai realizar manutenção e construção de trechos de rodovias, assim como estuda privatizar as BRs 262 e 267 em Mato Grosso do Sul. Também revelou que ainda inaugurar em setembro, a ponte sobre o Rio Paraná, em Três Lagoas, com a presença do presidente em exercício, Michel Temer (PMDB).

    "Existem as perspectivas de novos projetos no Estado, tendo ainda a preocupação com a manutenção das rodovias, estamos estudando a viabilidade para a concessão das BRs 262 e 267, que seria fundamental para o desenvolvimento do Estado e do País", disse o ministro, no gabinete do governador Reinaldo Azambuja(PSDB), nesta quinta-feira (18).

    Lessa divulgou que em setembro, vai ocorrer a inauguração da ponte em Três Lagoas, sobre o rio Paraná, que ele espera contar com a presença do presidente. "Vamos marcar na sua agenda, para que ele (Michel Temer) compareça a este evento, já porque tem uma preocupação especial com o Estado e o governo federal está de portas abertas".

    O ministro ainda citou a construção de trechos rodoviários nos entroncamentos da BR-163 em Rio Verde, da BR-262 em Aquidauana, que será feito, em função de uma emenda impositiva da bancada federal, no valor de R$ 100 milhões. "Vai ser licitado neste segundo semestre, até o final do ano".

    Anunciou a manutenção das rodovias federais em Mato Grosso do Sul, no valor de R$ 50 milhões, que também foram viabilizados em função das emendas parlamentares, da bancada federal, além da obra do anel viário de Capital, no qual citou problemas na prestação de contas, feita pela Prefeitura da Campo Grande. "Se eles não resolverem estas questões, podemos retomar a obra para terminá-la", disse ele.

    Logística 

    O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse que está otimista com os investimentos feito em infraestrutura e logística, dizendo que nos próximos dias pode ter novidades, em relação a restauração da ferrovia, que vai de Corumbá a Três Lagoas. "Existe a possibilidade de expansão de alguns ramais, para nos dar mais competitividade para nossos produtos e riquezas".

    Reinaldo ponderou que quando se tem novas alternativas de escoamento da produção, além das rodovias, usando a ferrovia e hidrovia, as industrias e setor produtivo pode crescer, já que o "custo do frete" será menor, tendo um preço melhor no mercado. "A logística é fundamental para nosso crescimento da economia".

    Recursos 

    O senador Waldemir Moka (PMDB) divulgou ontem (17), após reuniõa com o ministro, que devem ser liberados para o orçamento de 2017, no Ministério dos Transportes, R$ 266 milhões em obras do Estado, em construções em áreas urbans e rurais, nas cidades de Campo Grande, Terenos, Brasilândia, Três Lagoas, Aquidauana e Rio Verde de Mato Grosso.

    Entre estes investimentos estariam $ 15 milhões para construir mais 10 km de pista, do anel viário de Campo Grande, assim como R$ 200 milhões para construção de trechos rodoviários nos entroncamentos da BR-163 em Rio Verde, da BR-262 em Aquidauana, e na BR-419, o primeiro citado pelo ministro na agenda na Capital.

    Em Três Lagoas seria R$ 35 milhões serão repassados para as obras de construção do contorno rodoviário na BR-262. Enquanto que em Brasilândia, a previsão é que seja investido R$ 4,3 milhões em adequações de pontes. Em Terenos, a adequação de travessia na BR-262 está orçada em R$ 12,5 milhões.





    Fonte: campograndenews
    Por: Leonardo Rocha
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/cidades/ministro-quer-privatizar-rodovias-e-inaugurar-obra-com-presenca-de-temer

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS