Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 18 de agosto de 2016

    Gabi Dezan, Life Coach das Estrelas, explica diferença entre as dietas dos medalhistas olímpicos brasileiros Rafalea Silva e Felipe Wu

    Gabi Dezan, conhecida como a Life Coach das Estrelas, mora nos Estados Unidos, mas está ligadinha nas Olimpíadas Rio 2016.

    Foto: Fabiano Silva / MF Models Assessoria

    Feliz com as conquistas do Brasil no jogos olímpicos, Gabi vibrou muito com as medalhas conquistas de Rafaela Silva, ouro no judô e de Felipe Wu, que faturou a prata, no tiro de pistola.

    Analisando o desempenho dos dois atletas, Gabi Dezan, que é campeã mundial e pan- americana de fisiculturismo, fez algumas comparações sobre as prováveis dietas feitas por cada atleta em sua preparação e também comparou a alimentação requerida por atletas de alto rendimento com a sua.
    Foto: Fabiano Silva / MF Models Assessoria

    “A necessidade dos diferentes tipos de esportes fazem da organização da dieta um grande desafio. O que muitas pessoas não sabem é que cada esporte requer uma dieta diferente com objetivos diferentes. Mas uma coisa é certa dieta é fundamental para todo mundo e todos os esportes. Comparando minha dieta com a de um lutador, como por exemplo, a judoca Rafaela Silva, ouro nas olimpíadas posso dizer que ela come bem mais calorias, bem mais carboidratos e com certeza faz bem mais refeições ao longo do dia do que eu. Falo isso porque sou casada com um lutador faixa preta de Jiu Jitsu e vejo que a preocupação da luta está em adquirir rendimento e no fisiculturismo está adquirir estética. Mas como todos sabemos, as lutas exigem pesagem portanto não se trata simplesmente de comer um monte daquilo que se quer. é necessário comer bem sim, porém comer limpo para que não se perca o rendimento”, diz Gabi Dezan.
    Foto: Fabiano Silva / MF Models Assessoria

    A atleta também falou sobre a dieta de Felipe Wu, o “Bala de Prata” brasileiro, em comparação com a de outros esportes: “Depois da conquista da medalha de prata do Felipe Wu pelo Brasil, muitas pessoas me questionaram sobre a importância de uma boa dieta nesse esporte e se realmente é fundamental manter um estilo de vida saudável até para atletas dessa modalidade. No tiro existem fatores que são primordiais para o sucesso do esporte, entre eles, concentração, atenção, tranquilidade. E o que muitos não sabem é que uma alimentação adequada potencializa esses fatores e uma má alimentação pode impedir ou atrapalhar a melhora disso. Como por exemplo, vegetais verdes escuros como rúcula, peixes como salmão que são ricos em ômega 3 favorecem a melhora da concentração e aprendizado. Assim como o álcool, gorduras trans, açúcar simples podem prejudicar o nível de concentração. Por isso eu sempre bato na tecla de que qualquer pessoa deve se alimentar bem e corretamente. Desde uma pessoa não atleta, pelo simples fato de precisar manter a saúde em dia e não precisar remediar no futuro, até um atleta de ponta para otimizar seu rendimento no esporte."




    Fonte: MF Assessoria
    Por: Luciane Serifovic


    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS