Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 18 de agosto de 2016

    Evento reunirá os responsáveis pelas maiores produtividades da soja no Sudeste

    Capão Bonito, que sediará o evento, tem sido palco e altas produtividades

    Elizana, agricultora em Capão Bonito

    Os agricultores e consultores técnicos responsáveis pelas maiores produtividades da soja na região Sudeste, se reunirão com a finalidade de debater os desafios e o futuro da agricultura brasileira. Nas últimas três safras os recordes da região foram de 100 sacas por hectare, depois de 123 sacas e neste último ciclo, 120. Eles apresentarão os detalhes das altas produtividades durante o Fórum Regional de Máxima Produtividade, realizado pelo Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB), a partir das 14h, na Cooperativa de Capão Bonito (SP).

    A região de Capão Bonito tem se confirmado como pólo de produtividade da soja no estado de São Paulo. Recebeu o título do Desafio de Máxima Produtividade da Soja, da região Sudeste, em três safras seguidas.

    Segundo o representante da Detec, empresa que prestou consultoria para dois campeões do Sudeste, Fabrício Loureiro de Almeida, a resposta da produtividade na região se deve a quatro fatores. “Solo, clima, genética e manejo, são os quatro elementos que não devem ser avaliados isoladamente. Apenas com a junção desses, os agricultores brasileiros conseguirão avançar na produtividade”, pontua o consultor de campo da Detec ao afirmar que Capão Bonito conta com um quesito favorável nos últimos anos, o clima.

    Já para Elizana Baldissera Paranhos, de Capão Bonito, aponta que a correção do solo pode ser a estratégia para o avanço na colheita. “Só elevamos a produtividade adotando algumas estratégias, entre elas a rotação de culturas, o plantio direto em palhada de trigo, uso de adubação foliar, visando melhor pegamento de flores, melhor sanidade e enchimento de grãos, manejo fitossanitário no tempo ideal e, principalmente, o solo que estava bem estruturado”, destaca Elizana que na safra 2014/15 atingiu a terceira maior produtividade da soja no Brasil.

    A participação no Fórum Regional de Máxima Produtividade do CESB é gratuita e oferecerá além do debate, orientações para que os agricultores possam inscrever as áreas na próxima edição do Desafio, do Comitê.

    Sobre o CESB

    O CESB é uma entidade sem fins lucrativos, formada por profissionais e pesquisadores de diversas áreas, que se uniram para trabalhar estrategicamente e utilizar os conhecimentos adquiridos nas suas respectivas carreiras e vivências, em prol da sojicultura brasileira. O CESB é qualificado como uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), nos termos da Lei n° 9.790, de 23 de março de 1999, conforme decisão proferida pelo Ministério da Justiça, publicada no Diário Oficial da União de 04 de dezembro de 2009.

    Atualmente, o CESB é composto por 19 Membros e 17 entidades patrocinadoras: Syngenta, BASF, Bayer, Jacto, Mosaic, TMG, Stoller, Monsanto, Sementes Adriana, Agrichem, UPL do Brasil, Aprosoja MT, Produquímica, Instituto Phytus, DuPont, Timac Agro e Plant Defender.




    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS