Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 9 de agosto de 2016

    ELEIÇÕES 2016| Coronel David muda de vice e terá chapa pura nas eleições de outubro

    Nova vice será anunciada oficialmente nesta tarde

    deputado estadual Coronel David - Arquivo

    A chapa do deputado estadual Coronel David, candidato a prefeito de Campo Grande pelo PSC teve alteração. Quem irá concorrer juntamente com ele, como candidata a vice será a advogada Juliana Padilha, formando assim chapa pura na sigla. Até então quem iria ser o vice de David era o empresário Renato Gomes, do PRP, mas por problemas internos de sua legenda não irá concorrer com o coronel.

    O parlamentar explicou que Gomes foi destituído de seu cargo de presidente municipal do PRP e isso poderia causar danos durante a campanha. “Ficamos sabendo dessa informação e meu jurídico informou que siso poderia causar problema no decorrer da minha caminhada e tinha a possibilidade da minha chapa ficar sem vice de repente”, disse David.

    O candidato a prefeito ainda ressaltou que seria contraditório ao que ele prega estar com alguma suposta irregularidade. “Eu vim de uma área, na verdade de toda minha vida profissional em presa pelo cumprimento da lei e critico a falta de transparência. Dessa forma não poderia ter comigo qualquer resquício de inconstitucionalidade”.

    Coronel David disse que conversou com Renato e que ele entendeu os motivos e lamentou a mudança. Ele irá anunciar publicamente a decisão em uma coletiva de imprensa na tarde dessa terça-feira e apresentar sua nova vice, na sede do partido, localizado na rua Sao feliz, 411, Jardim Progresso.

    A reportagem do Jornal Midiamax apurou o nome da vice citada acima, que ela é formada em direito e atua no setor da iniciativa privada, além de já ter trabalhado no serviço público. Juliana Padilha é iniciante na política.

    PRP

    Na última sexta-feira, Renato Gomes, até então candidato a Prefeitura de Campo Grande pelo PRP, denunciou a ‘venda de sua candidatura’ pelo presidente regional da sigla, Pedro Feitosa. De acordo com Gomes,uma negociata para tirá-lo da disputa garantiu R$ 30 mil à Feitosa.

    “Agora eu quero saber quem pagou. Estou trabalhando na minha candidatura desde março, tudo estava certo, feito direito, pra vir esse pilantra e me dizer que não posso ser candidato por determinação da executiva nacional. Recebi a informação de que ele recebeu pra me tirar da disputa. Eu quero que ele vá para a cadeia”, disse Renato que teve sua candidatura destituída pelo partido junto ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

    Durante a convenção do PRP na noite de quinta-feira (4), Renato chegou a dizer que Pedro Feitosa era o irmão que ele não tinha. A declaração foi feita enquanto o empresário agradecia o presidente do partido por ter confiado a ele a responsabilidade de representar a sigla na disputa pela Prefeitura da Capital.

    Indagado, Pedro Feitosa negou que tenha recebido dinheiro e disse que a decisão de recuar na candidatura cumpriu determinação do diretório nacional do partido que de acordo com ele exige que a sigla participe dos debates eleitorais, tenha estrutura mínima financeira, tempo em programa na TV e índice em pesquisas eleitorais.



    Fonte: Midiamax
    Por: Mariana Anjos
    Link original: http://www.midiamax.com.br/politica/coronel-david-muda-vice-tera-chapa-pura-eleicoes-outubro-310980

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS