Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 23 de agosto de 2016

    ELEIÇÕES 2016| Candidatos a prefeito trocam denúncias no TRE e perfis anônimos atormentam

    Justiça Eleitoral mandou retirar perfis fakes da internet. (Foto: Marcos Ermínio)

    Candidatos a prefeito de Campo Grande trocam denúncias entre si e acionam a Justiça Eleitoral contra o Facebook. O PSDB, da candidata Rose Modesto, apresentou representação contra o Alcides Bernal (PP), candidato à reeleição, por propaganda eleitoral antecipada.

    Segundo a denúncia, o Partido Progressista, Bernal e a Bureau de Planejamento Assessoria de Comunicação Ltda ME distribuíram o material impresso intitulado “Notícias de Campo Grande”, com propaganda de inauguração de obras, nomeações de servidores públicos e lançamento de programas sociais.

    A juíza eleitoral Eucélia Moreira Cassal aponta que não houve propaganda eleitoral extemporânea, mas determinou o recolhimento dos exemplares remanescentes sob pena de crime de desobediência. A multa é de R$ 5 mil em caso de desobediência.

    “Se a conduta não mais se mostra como propaganda eleitoral extemporânea, o meio utilizado para a publicidade, de nítido caráter eleitoral, mostra-se abusivo, no sentido de que traz inegável potencial de implicar em desequilíbrio no pleito”, afirma a magistrada na decisão de 18 de agosto.

    Em outro procedimento, Bernal passa de denunciado a denunciante, com representação contra o candidato Marquinhos Trad (PSD) e o jornal Correio do Estado. “O representante relata fatos pertinentes a divulgação de informação na imprensa escrita, que implicaria em abuso de poder econômico, bem como em propaganda eleitoral irregular”, afirma a denúncia. A representação foi recebida em 18 de agosto e ainda não teve decisão.

    Já a coligação Juntos por Campo Grande, liderada por Rose Modesto (PSDB), foi à Justiça Eleitoral contra o Facebook. As ordens foram para retirar do ar e exclusão dos perfis anônimo “Respeito MS” e “Combate à Corrupção no MS”.

    Conforme a denúncia, as páginas inseriram propaganda eleitoral negativa e anônima contra a imagem da candidata. Os perfis ainda utilizaram mecanismo de impulsionamento de publicação, mediante paga, para atingir um maior número de eleitores.

    A ordem para retirada do “Respeito MS” é de 18 de agosto. A reportagem verificou que a página “Respeito MS” continua no ar, mas com última postagem em 17 de agosto. A página “Combate à Corrupção no MS” também ainda pode ser acessada e a última postagem é de 18 de agosto.



    Fonte: campograndenews
    Por: Aline dos Santos
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/candidatos-a-prefeito-trocam-denuncias-no-tre-e-perfis-anonimos-atormentam

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS