Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 30 de agosto de 2016

    DOURADOS| Ceasa deve entrar em funcionamento até abril do ano que vem

    Prefeitura discute logística e detalhes técnicos da obra com direção da Agraer 

    Secretário Landmark, Enelvo, presidente da Agraer e Torraca, diretor de Infraestrutura discutindo sobre a via de saída da Ceasa, pelo BR 463 - Foto: A. Frota/Assecom

    A meta é colocar em funcionamento a Ceasa (Central de Abastecimento de Alimentos) de Dourados até abril do ano que vem. Foi o que disse nesta quinta-feira Enelvo Felini, diretor-presidente da Agraer (Agência Estadual de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural). A Ceasa será construída em Dourados pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura.

    Enelvo esteve em Dourados nesta quinta-feira, dia 18, para o do “Encontro Técnico do Leite de Dourados”, realizado através de parceria entre Estado e Município, e se reuniu com o secretário de Agricultura Familiar e Economia Solidária, Landmark Ferreira Rios, e o diretor de Infraestrutura da Seplan (Secretaria de Planejamento), Jorge Torraca para tratar de questões técnicas da obra.
    Foto: A. Frota/Assecom

    O presidente da Agraer informou que a obra está em processo de licitação e que a meta é levantar os primeiros galpões pré-moldados ainda este ano. “Ai no inicio do ano que vem já faremos o acabamento e colocaremos o primeiro galpão em funcionamento”, disse. Segundo ele, serão investidos R$ 4,2 milhões na primeira etapa da obra, que incluiu o cercamento, um galpão e a área administrativa. Depois serão feitos mais dois galpões e o calçamento da área. Ao todo serão investidos em torno de R$ 9 milhões. Posteriormente serão outros dois galpões.

    Na quinta-feira Enelvo, Lamdmark e Torraca trataram da logística da Ceasa. Através de acordo com a CCR MSVia apenas a entrada da Ceasa será pela BR- 163. É que a concessionária fará um viaduto no local. A saída terá de ser pela BR 463. Para isto será preciso abrir uma rua pelos fundos dos terrenos da Ceasa e Frigorífico do Peixe. A Seplan vai fazer imediatamente o levantamento topográfico e o projeto da nova via para ser entregue ao prefeito Murilo.

    O secretário Landmark diz que essa rua também será necessária para a saída da movimentação de cargas do frigorífico, cuja área é ao lado da Ceasa. Da mesma forma, a CCR MSVia já adiantou que vai autorizar apenas a entrada pela BR-163.

    Pelo projeto, a Ceasa de Dourados terá, quando completa, um galpão de 18x90 metros, a ser destinado à agricultura familiar; três galpões de 22x90 metros, a ser destinado a atacadistas (empresas que compram os hortifrutigranjeiros do produtor); um galpão para caixarias, área administrativa, banheiros, pavimentação de toda a área com bloquete e cercamento. Haverá ainda espaço reservado para uma praça de alimentação.

    A área onde será construída a Ceasa foi doada pela Prefeitura. Tem 41.229,40 m² (4,12 hectares) e está localizada estrategicamente na BR-163, ao lado da BR-376, e no início do anel viário norte. A BR-163 é o principal corredor rodoviário do Brasil, cortando o país de norte a sul. A BR-376 dá acesso ao leste, São Paulo e Paraná e o anel viário permite acesso à região oeste do Estado e ao Paraguai. O investimento da Prefeitura foi de R$ 742.129,20.



    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS