Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 1 de agosto de 2016

    Competição de laço comprido reúne esportistas de todo o país em Campo Grande

    Shows, provas de laço e galeria dos garanhões são algumas atrações do evento

    Divulgação

    Laço comprido e laço técnico são as categorias que esportistas de todo o país irão competir entre os dias 4 e 7 de agosto na 11º Edição do Potro do Futuro de Laço Comprido e Campeonato Nacional. A competição, organizada pelo Núcleo sul-mato-grossense de criadores de cavalo Quarto de Milha (MSQM), acontece no Parque do Peão CLC, em Campo Grande.

    O evento reúne mais de 200 esportistas de vários estados brasileiros que terão suas habilidades no laço avaliadas por juízes da Associação Brasileira de criadores de cavalo quarto de milha (ABQM). Um dos competidores é Anderson Cabral, que pratica o esporte há seis anos. Ele explica que para um bom desempenho no esporte é necessário muito treino e preparação do cavalo. “Para o animal participar do campeonato do potro do futuro, ele tem que ser treinado desde os dois anos, pois assim ele tem uma noção de doma”. Além disso, o respeito e a conexão com o animal é fundamental, para que nós – competidor e cavalo – tenhamos um bom desempenho, ressalta.

    Em 2013, o então ministro do esporte, Aldo Rebelo, e o ex-governador do Estado, André Puccinelli, reconheceram o laço comprido como esporte nacional. A modalidade esportiva consiste em laçar um boi que é solto à frente do competidor que está montando o cavalo. Desde a saída do brete, o esportista e o animal são avaliados. Por exemplo, se o animal sair antes que o boi, do brete, o competidor sofre de 1,5 a 2 pontos de penalidade, já se o esportista adiantar o animal, a penalidade é de 1,5 a 3 pontos. Portanto, tanto o cavalo quanto o animal precisam estar em sincronia na competição.

    O campeonato

    O 11º Potro do Futuro de Laço Comprido e Campeonato Nacional da ABQM (Associação brasileira de criadores de cavalo quarto de milha) reúnem, nos quatro dias de competição, aproximadamente 200 esportistas de várias estados brasileiros, criadores da raça quarto de milha e o público local. O evento tem entrada franca e diversas atrações: shows de bandas locais, galeria dos garanhões (como são chamados os cavalos em fase reprodutiva) e provas de laço comprido e de laço técnico.

    De acordo com o presidente do Núcleo sul-mato-grossense de criadores de cavalo quarto de milha (MSQM), José Carlos Tavares, o campeonato é um dos eventos mais importantes da modalidade, além de ser uma vitrine para os criadores da raça. “A edição deste ano será melhor que as anteriores, tanto na questão do campeonato quanto de atrações”, enfatiza.

    Programação

    Quinta-feira

    8h – Classificatória Potro do Futuro

    14h – Classificatória do Campeonato nacional

    Sexta-feira

    8h - Classificatória Campeonato Nacional

    14h – Campeonato Nacional

    18h – Show com as duplas Carlos Henrique e Juliano; Kassio e Hudson

    Sábado

    7h - Classificatória 6º Etapa CLC

    18h - Shows com as duplas David e Guilherme; e Marlon e Moreno

    Domingo

    7h – Final da CLC

    14h - Final do Potro do Futuro e Campeonato Nacional

    16h - Shows com o grupo Samba 10 e a dupla Carlos Henrique e Juliano




    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS