Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 19 de agosto de 2016

    ÁGUAS GUARIROBA informa| Oito bairros receberam obras de esgoto esta semana

    Divulgação

    União, Cabreúva, Aero Rancho, Coophavilla, Vilas Boas, Alto São Francisco, Coronel Antonino, Batistão e Alves Pereira são os bairros que, nesta semana, de 15 a 19 de agosto, receberam obras do Sanear Morena 3. O programa é realizado pela Águas Guariroba para ampliar a rede de esgoto em todas as regiões de Campo Grande até 2025. O investimento totaliza R$ 636 milhões.

    Rua Antônio João Escobar, Rua José Garcia Lopes, Rua Antônio Vieira de Andrade, Rua Júlio Augusto de Campos, Rua Engenheiro Orlando, Rua Osvaldino Mendes Rocha, Rua Leonel Velasco foram os locais que receberam obras de esgoto no bairro União. No Cabreúva, as frentes de trabalho atuaram na Avenida Noroeste e Rua Eça de Queiroz. O serviço foi realizado também na Avenida Rachel de Queiroz, no Aero Rancho; na Rua Verde Louro, na Coophavilla; Avenida Rita Vieira de Andrade e Rua Domingos Jorge Velho, no Vilas Boas.

    No Alto São Francisco, foram contempladas com obras a Rua Emboabas, Rua Amador Bueno, Rua Visconde de Pirajá e Maria Izabel Couto Pontes. No Batistão, o serviço foi realizado em diversas localidades: Avenida João Alberto; Rua Alto Graças, Rua Porto Feliz; Rua Dinamarca; Rua Fátima do Sul; Avenida marechal Deodoro. A rede de esgoto foi implantada ainda na Rua Araça, no bairro Coronel Antonino; além do Alves Pereira, na Rua Tucuruvi; Rua Conde de Pinhal; Rua Mestre Stanislau e Rua Inúbia Paulista.

    Quando a rede é liberada para conexão, os moradores têm o prazo de 30 dias para assinar o contrato de prestação de serviços com a Águas Guariroba e fazer a ligação interna da residência. O gerente de engenharia da concessionária, Kamilo Reis, destaca a importância da adesão ao serviço. “A rede de esgoto valoriza a residência e traz mais saúde para a família, porque elimina a fossa, que é um ponto de contaminação de dentro da casa”, explica. “Além disso, a ligação das pessoas ajuda a custear as obras e fazer com que a rede chegue ainda mais rápido a toda a população, melhorando o meio ambiente da cidade como um todo”, destaca.



    Fonte: ASSECOM
    Por: Priscilla Demleitner


    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS