Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 13 de julho de 2016

    Senai inicia ações do Programa Brasil Mais Produtivo em indústrias do Estado

    Divulgação

    Com o uso da metodologia Manufatura Enxuta (Lean Manufacturing), baseada na redução dos desperdícios mais comuns no processo produtivo: superprodução, tempo de espera, transporte, excesso de processamento, inventário, movimento e defeitos, o Senai já iniciou em Mato Grosso do Sul as ações do Programa Brasil Mais Produtivo, que visa aumentar a produtividade das indústrias brasileiras, por meio da redução nos custos de produção e ganhos em qualidade, além da melhoria do ambiente de trabalho.

    Segundo o diretor-técnico do Senai, Gilberto Schaedler, em um primeiro momento serão atendidas 60 indústrias do segmento de alimentos e bebidas, por enquanto 23 já se inscreveram e 12 delas já estão com os cronogramas de atendimento definidos. “Esse programa é de grande importância para as indústrias de Mato Grosso do Sul, principalmente no atual momento, diante de grandes desafios para melhorar a produtividade e reduzir custos, tornando os produtos mais competitivos. Por meio desse Programa, o Senai oferece a oportunidade diferenciada para que os empresários tenham apoio para potencializar os resultados”, declarou.
    Divulgação

    Ele lembrou que o Programa contempla a realização de um diagnóstico para identificar quais são os pontos em que se percebem desperdícios ou algum problema associado ao layout, organização ou método. Segundo o consultor do Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebidas (IST Alimentos e Bebidas), Pedro César Paiva, após o diagnóstico e com o mapa de fluxo de valor, o Senai propõe intervenções necessárias. “Fazemos o treinamento da empresa com base nas intervenções sugeridas e as aplica na prática, na sequencia realizamos a vistoria de melhoria contínua e por fim retoma os indicadores do início para verificar os resultados”, explicou.

    A metodologia aplicada neste programa foi desenvolvida pelo próprio Senai, que em 2014 lançou um programa piloto aplicando as ferramentas de Manufatura Enxuta em grandes centros industriais localizados no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Ceará, obtendo de 21% a 133% em aumento de produtividade. Desde então, oferece para as indústrias brasileiras Lean Manufacturing para os mais diversos setores produtivos e os interessados em obter mais informações podem fazer o cadastro no site www.brasilmaisprodutivo.gov.br.

    A equipe do Senai verifica a situação das empresas e avalia se atendem os requisitos para participar do Programa. As empresas interessadas devem buscar mais detalhes no Senai, pois apenas as 60 primeiras empresas poderão usufruir do incentivo financeiro, oferecido como benefício do Programa. Em Campo Grande, a Real H Nutrição e Saúde Animal foi uma das escolhidas para participar. “Um privilégio participar, pois teremos toda instrução dada por profissionais, por meio de indicadores, para melhorarmos a produtividade com um menor custo e maior qualidade, evitando desperdícios e retrabalho”, comenta a gerente Administrativa e Financeira da Real H, Solange Pimenta Kulhawa.

    Ela disse que a expectativa com relação à redução de custos é a melhor possível. Para a medica-veterinária e gerente técnica da Real H, Rosane Mascarenhas, o contato com a equipe do Senai foi fundamental. “A equipe reconheceu que a empresa poderia participar do Programa e acredito que conseguiremos atingir o objetivo de reduzir os custos e eliminar o desperdiço”.

    Serviço 

    Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (67) 3411-2600




    Fonte: ASSECOM
    Por: Daniel Pedra

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS