Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 18 de julho de 2016

    Quatro partidos declaram apoio à pré-candidatura de Marquinhos a prefeito

    Divulgação

    Em evento suprapartidário, os presidentes dos PTdoB, PHS, PEN e PMN anunciaram, nesta segunda-feira (18), apoio à pré-candidatura do deputado estadual Marquinhos Trad (PSD) a prefeito de Campo Grande. Até a convenção, marcada para 4 de agosto, o PSD espera a adesão de pelo menos mais duas legendas ao projeto.

    “Nossa proposta é governar com a sociedade, aqui todos seremos prefeito, não existe barganha por cargos, existe um projeto em comum que é reconstruir Campo Grande”, destacou o presidente estadual do PSD, Antônio Lacerda.
    Divulgação

    Primeiro partido a declarar apoio à pré-candidatura do PSD, o PMN, através do presidente estadual Máximo Brasil, justificou a escolha a certeza de que “Marquinhos é o mais preparado para governar o destino da Capital”. “Ele tem capacidade técnica, é jovem, dinâmico e tem amor pelas pessoas desta cidade”, completou.

    Presidente estadual do PHS, Emídio Milas ressaltou, que na Câmara Municipal e na Assembleia Legislativa, Marquinhos “já provou que é o pré-candidato do jeito que os campo-grandenses esperam e merecem”. “Foi um vereador, é um deputado combatente e que pauta seus projetos de acordo com os anseios da população”, detalhou.
    Divulgação

    O presidente municipal do PTdoB, Vinícios Campos, também considera Marquinhos o mais preparado entre os pré-candidatos. “Ele é o único capaz de revolucionar Campo Grande e resolver problemas crônicos como da saúde”, comentou.

    Ele ainda reforçou que a aliança não levou em conta cargos e sim projeto de governo. “Não fizemos nenhuma tratativa de cargos, não há compromissos, o único acerto é trabalhar e unir forçar para resolver os problemas da cidade”, afirmou.

    Presidente municipal do PSD, Robinson Gatti adiantou que o partido ainda espera a adesão do PTB e DEM para reforçar o arco de aliança. “A nossa família vai aumentar”, disse. Além dos dois partidos, ainda há possibilidade de outras legendas aderirem ao projeto. “Estamos conversando e surpresas ainda podem ocorrer”, completou.

    Nos próximos dias, segundo Lacerda, o PSD vai realizar outro ato, com a presença do pré-candidato a prefeito, para reforçar a aliança com PEN, PHS, PMN e PTdoB e oficializar novas parcerias.




    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS