Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 19 de julho de 2016

    PSD espera acerto com Nelsinho e Mandetta na semana que vem

    Marquinhos Trad está formando seu grupo para eleição

    Presidente do PSD, Antônio Lacerda, espera novos aliados na semana que vem (Foto: Arquivo)

    A direção estadual do PSD espera concretizar o apoio do ex-prefeito, Nelsinho Trad (PTB) e do deputado federal, Luiz Henrique Mandetta (DEM), na semana que vem. A intenção é anunciar esta aliança em família, em torno do nome de Marquinhos Trad (PSD), antes das convenções partidárias, marcada para o dia 4 de agosto.

    "Ontem (18) tivemos a adesão de novas legendas e a intenção é lançar a aliança com o DEM e PTB na semana que vem, pois estou confiante que o Nelsinho (Trad) e o Mandetta estará conosco, no mesmo projeto para Campo Grande", disse o presidente estadual do PSD, Antônio Lacerda.

    Ele ponderou que é natural que o ex-prefeito tenha sido colocado como opção para eleição, já que esteve a frente da cidade por oito anos. "Na minha avaliação fez uma boa administração e vai ser lembrado neste momento, porém acredito que ele vai aderir a nossa campanha, entendendo que o momento é do Marquinhos".

    Lacerda garante que até o momento não houve nenhuma reunião com o PMDB. "Ficamos sabendo que eles poderiam nos procurar, mas não houve este contato, um tempo atrás até tinha combinado com o Junior Mochi uma conversa, porém até hoje não ocorreu".

    Ele ponderou que não existe nenhuma restrição a qualquer partido. "Precisamos pensar na cidade neste momento, que não está em boas condições". O PSD já conta com o apoio do PHS, PEN, PMN e PT do B.

    Sobre o candidato a vice, disse que deve ficar para data da convenção. "Até o momento discutimos apenas o perfil, pode ser um representante comunitário, da classe empresarial, do meio evangélico ou até da comunidade japonesa".



    Fonte: campograndenews
    Por: Leonardo Rocha
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/psd-espera-acerto-com-nelsinho-e-mandetta-na-semana-que-vem


    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS