Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 10 de julho de 2016

    Polícia identifica suspeito de ferir mulher com lata de cerveja no trânsito

    Ferimento causado no nariz da vítima. (Foto: Reprodução/Facebook)

    A Polícia Civil conseguiu identificar o homem suspeito de ferir uma mulher de 55 anos com uma lata de cerveja, durante uma discussão no trânsito, na noite de sexta-feira (8), na Avenida Ernesto Geisel, bairro Taquarussu, em Campo Grande. O veículo dele, um Hyundai i30, ainda está no nome da antiga proprietária, que foi localizada e repassou os dados do acusado à polícia.

    Segundo a jornalista Lívia Machado, filha da vítima, o carro está em nome de uma mulher, que seria moradora do bairro Universitário. Entretanto, ao ser intimada a depor, ela alegou que vendeu o veículo a um rapaz e o documento teria ficado em seu nome.

    A informação passada à família é de que a mulher repassou todos os dados do suposto autor das agressões e agora a polícia tenta localizá-lo. A identificação não foi divulgada e, até o momento, não há informações de quele tenha falado com a polícia sobre o ocorrido.

    “A expectativa da família é que ele seja encontrado e cumpra pena pelos crimes que cometeu: lesão corporal dolosa, e direção perigosa por conta do porte de bebida alcoólica. Esperamos que o autor seja encontrado, para que, de alguma forma esse tipo de ato criminoso seja combatido.”, diz.

    A jornalista reitera a importância de denunciar atos criminosos como o ocorrido contra sua mãe que ajudam a ligar o sinal de alerta contra esse tipo de prática e a referida repercussão do caso.

    “Nós ficamos muito felizes com a repercussão, só na minha página tive mais de mil compartilhamentos, descobrimos que muitas outras pessoas são vítimas da violência no trânsito. Muitas delas inclusive tem medo de denunciar os agressores”, comenta.

    Caso 

    Por volta das 21h, a vítima seguia no banco de passageiro de em um carro na Ernesto Geisel, na altura do Shopping Norte Sul Plaza, quando o motorista do Hyundai i30 começou a buzinar. Em seguida, a mulher abaixou o vidro do carro e o Hyundai encostou do lado, quando começou uma discussão. Em dado momento, a mulher percebeu que o motorista estava com uma lata de cerveja na mão e o advertiu, dizendo que era proibido beber e dirigir.

    Depois da agressão, o motorista fugiu, porém a vítima ainda conseguiu anotar a placa do carro, que ajudou na identificação da proprietária. O autor ainda segue sem identificação.

    Através do seu perfil na rede social Facebook, a vítima fez uma publicação no sábado (9) agradecendo as manifestações de solidariedade e explicando o ocorrido.

    Veja a baixo: 

    Agradeço a todas as manifestações de solidariedade e preocupação para comigo, via face, watzap e telefone, diante do ocorrido na noite de ontem (sic).

    Eu estou bem, graças a Deus e nada de grave me aconteceu.

    Aproveito para explicar que o ocorrido ontem me fez ver claramente que existe uma grande necessidade das famílias prestarem muita atenção aos seus filhos, com relação à personalidade deles. A agressividade do rapaz que me feriu ontem, se fez visível diante da violência com que ele atirou um latão (475 ml) de cerveja, quase cheia, em meu rosto. Ali eu tive certeza, precisamos fazer algo urgente com relação à formação de nossos jovens.

    Esclareço que não houve discussão entre eu e essa pessoa, ele buzinou atrás de nosso carro, parou do lado abriu a janela, e eu também, falou algo sobre termos atrapalhado ele, quando o questionei sobre estar bebendo e dirigindo, resultado: latão no rosto.

    Não esperava tamanha repercussão do caso, mas isso é importante para chamar a atenção de todos, para que ocorrências desse tipo não voltem a acontecer. Buscarei meios legais para que o agressor seja punido para que não repita tal ato de violência com mais ninguém.

    Abraço a todos/as.



    Fonte: campograndenews
    Por: Michel Faustino
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/policia-identifica-suspeito-de-ferir-mulher-com-lata-de-cerveja-no-transito


    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS